Didi Chuxing anuncia investimento de US$ 1 bilhão em serviços automotivos

Por Carlos Dias Ferreira | 07 de Agosto de 2018 às 14h40

A Didi Chuxing Technology, maior empresa de compartilhamento de carona da China, anunciou nesta semana um investimento de US$ 1 bilhão em serviços automotivos. Atuando como uma plataforma centralizada desde o último mês de abril, a divisão deve ser consolidada sob o nome de Xiaoju Automobile Solutions Co.

O negócio de manutenção automotiva da Didi inclui leasing, manutenção preventiva e serviços em postos de gasolina, com vendas brutas divulgadas de US$ 8,79 bilhões. “Ao oferecer nossos serviços para os 30 milhões de motoristas da Didi, nós buscamos desenvolver uma plataforma unificada para soluções automotivas capaz de ganhar a confiança dos usuários de carros”, afirmou o responsável pela Xiaoju, Kevin Chen, em nota oficial.

Possível IPO em 2019

Conforme apontou uma fonte ligada à empresa em entrevista à agência de notícias Reuters, o novo investimento tem sido visto como uma preparação para uma possível IPO (Oferta Pública Inicial) da companhia a ser realizado no ano que vem. A listagem pública seria uma das maiores dos últimos anos, considerando-se o valor de mercado atual da Didi, estimado em mais de US$ 56 bilhões (conforme dados do último ciclo de investimentos da startup realizado em 2017).

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Desse montante, entre US$ 2 bilhões e US$ 3 bilhões são referentes ao negócio de serviços automotivos. Ainda segundo a fonte ligada à Didi, a ideia seria promover o desmembramento antes de realizar a IPO.

Didi Chuxing: com valor de mercado estimado em US$ 56 bilhões, a maior companhia de carona compartilhada da China pode expandir ainda sua atuação por meio de IPO em 2019. (Foto: reprodução/Didi Chuxing).

257 cidades e 7,5 mil parcerias

A Didi Chuxing começou a oferecer serviços de manutenção em 2015, promovendo a unificação sob uma única marca em abril deste ano. A Xiaoju atua em 257 cidades, contando atualmente com cerca de 7,5 mil parceiros e distribuidores. A expectativa é que as vendas da divisão excedam US$ 13,17 bilhões até o final de 2018.

A empresa de carona compartilhada também tem investido intensamente em seu negócio central. Desde que a Uber deixou a China, em 2016, a startup ganhou fôlego em ambiente doméstico e expandiu sua oferta de serviços – diretamente ou por meio de parcerias - para vários cantos do mundo, em que se incluem Brasil, México Austrália e grande parte do sudeste asiático.

Fonte: Reuters

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.