Depois de aquisição da Fox, Disney deve demitir cerca de 4 mil pessoas

Por Rafael Arbulu | 22 de Março de 2019 às 10h49

Se por um lado, a aquisição das propriedades cinematográficas da Fox pela Disney, em negociação avaliada em US$ 71,3 bilhões, deixou muitos fãs da sétima arte felizes, cerca de 4 mil pessoas podem não ficar tão contentes assim: esse é o número estimado de demissões e cortes que analistas dizem que a empresa deve promover assim que a poeira baixar.

Segundo o Hollywood Reporter, onde a estimativa foi publicada, o analista da BTIG, Rich Greenfield, ainda vai mais longe nas previsões, arriscando um número entre 5 mil e 10 mil cortes. As demissões em si já começaram: Chris Aronson, o presidente da área de distribuição doméstica da Fox Film, recebeu via e-mail uma notificação de que seria desligado de seu cargo em até 60 dias. Andrew Cripps, o responsável pela distribuição internacional das produções do estúdio, recebeu notificação similar.

O site indica que algumas pessoas, todavia, serão mantidas após o período de transição, que deve durar entre três e seis meses.

A Disney já deu a entender que manterá a continuidade de alguns projetos: A Arte de Correr na Chuva e A Mulher na Janela, filmes estrelados, respectivamente, por Kevin Costner e Amy Adams, não serão cancelados mesmo que o selo “Fox 2000”, responsável por suas produções, já tenha a sua descontinuação confirmada.

As propriedades de TV da Fox também migrarão para a Disney, incluindo, segundo o Hollywood Reporter, os canais a cabo FX e National Geographic, o conglomerado indiano de mídia Star India e 30% do serviço de streaming Hulu.

A Disney vinha negociando com a Fox um acordo de aquisição desde dezembro de 2017. Finalmente, no último dia 19, as empresas assinaram a transação, dentro do montante citado acima. Com o negócio, a Disney passa a controlar as divisões de filmes e TV da Fox. Isso significa que os direitos de X-Men, Deadpool, Quarteto Fantástico, Avatar, assim como da distribuidora da Fox Searchlight (responsável por A Forma da Água e A Favorita) agora serão da Disney.

Sabe se que X-Men: Fênix Negra será o último da série a estrear nos cinemas pela Fox. Os rumores apontam que o filme Novos Mutantes, que chega em agosto, será liberado apenas no Disney+, o serviço de streaming da Disney.

Fonte: The Hollywood Reporter

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.