Concorrendo com Amazon, Microsoft fecha contrato de US$ 10 bi com o Pentágono

Por Wagner Wakka | 28 de Outubro de 2019 às 22h10
Tudo sobre

Microsoft

Saiba tudo sobre Microsoft

Ver mais

A Microsoft ganhou um contrato bilionário com o governo dos Estados Unidos relacionado à segurança nacional. A empresa competia com a Amazon para ser o fornecedor de serviços sobre armazenamentos de dados em nuvem ao Pentágono por um período de dez anos. A decisão foi divulgada na última sexta-feira (25).

As gigantes disputam um contrato chamado JEDI, sigla em inglês para empresa de infraestrutura conjunta de defesa. A Microsoft vai receber US$ 10 bilhões para fornecer sistema de armazenamento e bases de dados de nuvem para o Pentágono durante a próxima década.

Ao menos cinco gigantes brigavam por este contrato no começo do ano passado: Amazon, Microsoft, IBM, Oracle e Google. Contudo, o Pentágono informou neste ano que somente Microsoft e Amazon tinham capacidade para crumprir suas exigências.

Segundo reportagem do New York Times, a Amazon se surpreendeu com a decisão, já que é líder em armazenamento em nuvem do mercado com o Amazon Web Services. De acordo a empresa, “um estudo detalhado simplesmente comparando as ofertas levava a uma conclusão diferente”, conforme informou em nota para o jornal norte-americano. Atualmente, a Amazon tem participação de 48% deste mercado, contra 15,5% da Microsoft.

A decisão também pode ter questões políticas relacionadas. O presidente Donald Trump se mostrou vocal ao apoiar a Microsoft em críticas a Jeff Bezos, dono da Amazon e que também é dono do Washington Post, veículo de forte crítica ao presidente. Segundo a publicação, a escolha da Microsoft pode levantar a empresa no negócio de computação em nuvem. O contrato é considerado um dos maiores da história.

Fonte: New York Times

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.