Com aporte de US$ 800 milhões, Huawei anuncia nova fábrica em São Paulo

Por Felipe Ribeiro | 09 de Agosto de 2019 às 12h06
Divulgação
Tudo sobre

Huawei

Saiba tudo sobre Huawei

Ver mais

O Brasil terá mais uma fábrica da Huawei. Durante visita do governador de São Paulo, João Dória, à China, a gigante chinesa anunciou nesta sexta-feira (9) que investirá US$ 800 milhões (R$ 3,31 bilhões, na cotação atual) em uma planta dentro do estado de São Paulo, entre os anos de 2020 e 2022. A empresa também será uma das participantes do leilão do 5G em nosso país, que promete ser um dos maiores do mundo nesse aspecto.

Com este anúncio, a gigante chinesa chegaria a sua terceira fábrica por aqui. Hoje a Huawei tem uma unidade de serviços de fibra óptica em Manaus e uma fábrica em Sorocaba (SP) que emprega 2.000 pessoas na produção de infraestrutura de apoio às operadoras de telefonia que já utilizam seus serviços. A próxima unidade promete empregar 1.000 pessoas e será responsável por montar, entre outros produtos, smartphones. “Faremos aparelhos 5G para o Brasil e para países da América do Sul”, disse Atílio Rulli, diretor de Relações Públicas e Governamentais da empresa no Brasil, que se reuniu com Doria ao lado do vice-presidente da Huawei, Steven Shen.

De acordo com Rulli, a montagem dos celulares terá o índice de nacionalização de componentes que for estabelecido no leilão pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). Se ganhar o leilão, a empresa promete colocar a infraestrutura básica do 5G em pé em um ano.

Segundo o secretário da Fazenda do Estado de São Paulo, Henrique Meirelles, pode haver estudo de mudança de regime tributário para favorecer a instalação da empresa, já que a Zona Franca de Manaus cobra impostos de forma diferenciada, o que dificulta a competição de outras praças no setor. “Não será guerra fiscal”, disse, adiantando-se à crítica já recebida quando montou o programa de incentivos para a permanência de montadoras de automóveis em São Paulo, no começo do ano.

Além da fábrica, que ainda não tem definida a cidade em que será construída, a Huawei investirá no novo polo de incubação tecnológica desenvolvido pelo governo paulista. “Estivemos em unidades chinesas e vimos demonstrações de aplicações da internet das coisas e inteligência artificial. É impressionante”, afirmou Patrícia Ellen, secretária de Desenvolvimento Econômico.

Vale lembrar que o leilão do 5G está previsto para acontecer em março de 2020.

Fonte: Folha de S.Paulo

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.