Banco Central autoriza compra da Easynvest pelo Nubank

Por Rui Maciel | 04 de Maio de 2021 às 16h10
Divulgação/ Nubank

O Nubank anunciou nesta terça-feira (04) que recebeu a aprovação do Banco Central (BC) para a compra da corretora digital Easynvest, que fora anunciada em setembro do ano passado. Com o sinal verde da autoridade financeira, as duas empresas darão prosseguimento ao processo de conclusão do negócio. Os valores da transação não foram divulgados, mas sabe-se que houve troca de ações, bem como uma parte da compra será feita em dinheiro.

Atualmente, a Easynvest conta com mais de 1,5 milhão de clientes e R$ 26 bilhões de ativos sob custódia. Antes da aprovação pelo BC, o Nubank já havia recebido o aval do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) em novembro de 2020. De acordo com a fintech, o processo de análise e o sinal verde dado pelos dois reguladores transcorreu sem quaisquer restrições ou apontamentos.

Integração 

Enquanto as autoridades governamentais finalizam a aprovação da operação de compra, Nubank e Easynvest já seguiam com o plano de transição e integração dos serviços, feito conjuntamente. Por enquanto, as plataformas permanecem operando de forma independente, com experiências, aplicativos e centrais de atendimento distintos.

A aprovação da aquisição da Easynvest deve acelerar a entrada do Nubank no setor de investimentos. Em abril último, o banco digital já havia anunciado sua primeira experiência na área, com o início dos testes de três fundos multimercado. Para facilitar a jornada dos interessados, mas que ainda são leigos no assunto, processo é feito 100% via aplicativo para a definição de perfil, valor do aporte, monitoramento e pedido de resgate. As aplicações podem ser feitas a partir de R$ 1,00, sendo que a tomada de decisões é auxiliada a partir da curadoria dos produtos feita pelo time de Gestão de Ativos da fintech.

Com o sinal verde do BC, o Nubank passará a ter sob o mesmo guarda-chuva desde produtos básicos – como conta digital e cartão de débito e crédito –, até ações e opções mais sofisticadas de renda variável para investimentos.

Leia também:

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.