Chrome 68 sinalizará sites HTTP como "não seguros" a partir desta terça (24)

Por Patrícia Gnipper | 23 de Julho de 2018 às 21h15
Tudo sobre

Google

Em fevereiro, a Google já havia revelado que a versão estável do Chrome a ser lançada em julho sinalizaria todo e qualquer site HTTP como "não seguro". E este dia está chegando: a partir desta terça-feira (24), o Chrome 68 adotará esta prática como padrão.

O motivo disto é o aumento na adoção do HTTPS, graças à disponibilidade de certificados SSL/TLS gratuitos. As desenvolvedoras de navegadores também já vinham incentivando sites a migrarem para o HTTPS, que é mais seguro do que o HTTP, ainda que uma página HTTP não esteja necessariamente vulnerável.

O Chrome 68 é a primeira versão estável do navegador da Google a adotar a medida, o que certamente fará com que um número ainda maior de sites migre para o padrão mais seguro. Afinal, ninguém quer que usuários deixem de visitar sua página porque se depararam com um "não seguro" ao lado de sua URL. E, ao considerar que o Chrome é o navegador mais popular, isso realmente pode acontecer em grandes proporções.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Ainda, a mensagem de "não seguro" também aparecerá em sites que são HTTPS, mas que não foram configurados de maneira correta. O mesmo vale para páginas que não redirecionam automaticamente o usuário para a página HTTPS, se ele tentar visitar a antiga versão HTTP.

Fonte: Android Police

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.