Aprenda a bloquear o Chrome para que outros não mexam na sua navegação

Por Felipe Demartini

Assim como um computador, o navegador Google Chrome também pode ser bloqueado. Trata-se de uma função experimental do software, ainda em fase de testes, que permite a criação de diversos perfis de usuário e protege elementos como o histórico de navegação, abas abertas, aplicativos e trabalhos sendo realizados online.

O funcionamento é basicamente o mesmo visto no Windows, por exemplo. Ao levantar do computador, você pode bloquear o navegador e proteger suas configurações com senha, impedindo o acesso por gente não-autorizada. Com a novidade experimental, também dá para criar contas de visitantes e liberar o acesso ao navegador, mas sem que suas informações sejam compartilhadas com eles.

Perfis Google Chrome

Tudo começa com um acesso à tela de funções Beta do Google Chrome, que pode ser ativada pelo endereço chrome://flags. Aqui, você verá uma série de opções e deverá procurar por “Ativar novo sistema de gerenciamento de perfis”. Utilize a função de busca do navegador, acessível pela combinação de teclas Ctrl + F, para facilitar a busca. Ao achar, clique em “Ativar”. Será preciso reiniciar o software, faça isso clicando na opção que aparece na parte inferior da tela.

Perfis Google Chrome

O navegador vai fechar e será aberto novamente. E é aí que você verá, na parte superior da janela, uma nova opção, que permite a seleção de perfis. Os dados são importados automaticamente de sua conta do Gmail e já incluem fotos, favoritos e preferências, garantindo uma experiência completa com o navegador.

Perfis Google Chrome

Por padrão, seu próprio perfil será ativado na primeira vez. E, assim como no Gmail ou outros serviços do Google, basta acessar a opção “Não é [seu nome]?” para ter acesso à tela de login, a partir da qual é possível criar novos usuários ou, então, utilizar o acesso ao Google Chrome como visitante.

Perfis Google Chrome

Para bloquear o navegador, basta clicar no ícone com um cadeado. Assim, todas as abas abertas serão salvas e o Chrome voltará à janela de login. A senha é a mesma utilizada por você em sua conta do Google e o acesso ao seu perfil somente é restabelecido com a inserção dela.

Como se trata de uma função experimental, ela está passível de problemas, claro. O Canaltech, durante os testes, não encontrou nenhuma falha, mas o CNET cita uma impossibilidade de deslogar de contas de usuário bloqueadas na hora de usar serviços como o Drive ou o Docs, exigindo que o usuário original insira sua senha, acesse seu perfil e faça a ação manualmente antes que um visitante ou outro utilizador possa acessar.

A única falha de segurança encontrada é o fato do travamento de acesso não resistir a uma reinicialização do computador. Caso o usuário faça isso, o Chrome volta a ser aberto com o perfil padrão completamente acessível, incluindo abas, favoritos e histórico de acesso.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.