UX/UI Designer: primeiros passos para uma carreira que está em alta no mercado

Publieditorial

User Experience (UX) e User Interface (UI). Se existe uma tendência que não deve deixar o radar empresarial tão cedo é a de voltar toda a atenção e esforços estratégicos para a experiência do usuário. A transformação digital ditou a nova regra e quem ainda está firme no mercado certamente a agarrou com unhas e dentes. Isso ajuda a explicar a alta demanda por UX e UI designers.

O trabalho é uma mistura de conhecimento técnico com arte, gestão de clientes com antropologia, design com vivências únicas, pensamento fora da caixa com processos inovadores. Enquanto um bom UX garante que o usuário tenha a melhor experiência com um produto, serviço, site, plataforma ou app, um bom UI certifica-se que a interface esteja preparada para realizar este desejo.

É um trabalho que requer um profissional completo, que goste tanto de trabalhar com processos e tecnologia, quanto lidar com pessoas. Mas como construir uma carreira do zero? Isso é o que veremos a seguir.

Iniciando uma carreira como UX/UI designer

Como vimos, o trabalho de um designer UX/UI é bastante multidisciplinar. É uma atividade que exige skills em várias frentes diferentes, online e offline, o que pode ser desafiador dependendo do perfil do pretendente.

Mas não se preocupe! Este post foi pensado especialmente para você, que deseja mergulhar com tudo neste mundo de possibilidades, desenvolver as skills necessárias e investir pesado em uma carreira como UX/UI designer.

Confira essas dicas!

Entenda a área

Se você deseja trabalhar como um UX/UI designer, a primeira coisa a se fazer é entender o que esses profissionais fazem. Ler este conteúdo já é um bom começo, mas você pode ir muito além! Procure referências na área, informe-se sobre tendências, veja o que está sendo feito e quais são os resultados dessas ações. Ouça podcasts especializados, leia livros, blogs e fóruns, assista vídeos, podcasts e tutoriais. Conhecimento nunca é de mais!

Invista em cursos e treinamentos de qualidade

Uma excelente maneira de adentrar no mundo do UX/UI design é fazer um curso específico ou treinamento. A Ironhack possui um curso presencial de UX/UI Design que foi considerado o melhor do mundo pelo ranking do SwitchUP, o principal portal de comparação de cursos técnicos ao redor do mundo. Com uma carga horária de 360 horas, o aluno aprende UX/UI Design na teoria e também na prática, abordando temas como Design Thinking, pesquisa de usuário, arquitetura da informação, metodologia Agile, design de aplicativos, design systems, Sketch, prototipagem e até conta com um módulo de desenvolvimento front-end. Com foco na inserção do aluno no mercado de trabalho, ao final do curso, a Ironhack promove a Hiring Week, uma feira na qual os alunos recém-formados são entrevistados por empresas em busca de UX/UI Designers. Uma solução pra lá de completa, não?

Estude as ferramentas

Você sabe quais são as ferramentas essenciais para um bom trabalho de UX/UI design? Dominar essas plataformas é indispensável para que você desenvolva uma boa carreira como designer. Aprenda as funcionalidades de cada uma, entenda as diferenças, tire suas dúvidas e não tenha medo de errar. Às vezes, a melhor forma de aprender uma nova habilidade é no esquema de tentativa e erro. Alguns nomes que podem te ajudar nesse início: Sketch, Figma, Balsamiq, Adobe XD, Invision.

Nunca ache que está bom o suficiente

Não existe um limite máximo para UX/UI designers. Jamais pense que você atingiu um patamar que não precisa ser ultrapassado. As tecnologias mudam o tempo todo e exigem adaptações rápidas para vencer a competitividade do mercado. Lembre-se de que a teoria é importante, mas a prática lhe ajuda a visualizar os resultados de suas ações e também lhe prepara para o mercado de trabalho, pois este sempre busca profissionais com conhecimentos teóricos e habilidades práticas. Por isso, treine muito e treine sempre!

Monte um portfólio e currículo

Seu portfólio é a prova do nível que você está e do que pode entregar. É uma ferramenta essencial para os que estão buscando trabalho na área e deve ser criado com atenção e carinho. Inicialmente, portfólio e currículo podem conter alguns trabalhos que foram feitos durante o curso ou resultados de ações voluntárias e estágios. Tenha os dois, mesmo se estiver iniciando. Aos poucos, inclua as novas experiências!

Tenha uma referência

Especialmente no início da carreira, é importante ter uma pessoa da área que seja a sua referência. Uma espécie de mentoria para ensinar os melhores caminhos, corrigir erros e compartilhar experiências. Meetups e eventos especializados são boas fontes para conhecer profissionais que podem te ajudar nesse sentido.

O legal é que basicamente qualquer pessoa pode trabalhar como UX/UI designer. Por ser uma função bastante democrática e que envolve skills variadas, não é destinada somente para os que curtem TI ou o pessoal de exatas.

A única exigência é que você queira aprender e se desenvolver sempre mais, sem achar que já atingiu seu máximo. Designers nunca estão prontos, especialmente depois do ritmo acelerado das mudanças impulsionadas pelas tecnologias da indústria 4.0.

A Ironhack ainda tem vagas para os cursos de UX/UI Design que começarão nos próximos meses. Interessados podem optar pelo modelo full-time com aulas todos os dias, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, ou, podem optar pelo modelo part-time, com a mesma carga horária e conteúdo, porém com aulas às terças e quintas à noite e aos sábados, durante 6 meses. Essa opção é a ideal para quem trabalha ou estuda durante o dia!

Portanto: cabeça alta, peito estufado e mãos à obra!

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.