Taxistas param trânsito no RJ em protesto contra o Uber e serviço contra-ataca

Por Redação | 24.07.2015 às 11:08

O trânsito amanheceu complicado no Rio de Janeiro nesta sexta-feira (24). Taxistas se reuniram na capital fluminense para protestar contra o Uber e, com isso, interditaram várias ruas da cidade. Assim como em outras cidades que já tiveram manifestações semelhantes, eles pediam a proibição do aplicativo que conecta motoristas parceiros a passageiros.

A movimentação começou cedo, a partir da 6h, e reuniu taxistas em diferentes lugares da cidade que seguiram até o Aterro do Flamengo, na Zona Sul. A ideia era reunir todos os manifestantes para dar início a uma carreata em direção à Prefeitura, com direito a carro de som e profissionais com nariz de palhaço.

Diante disso, o trânsito na cidade ficou bem complicado, principalmente porque várias vias acabaram sendo bloqueadas por conta do grande número de táxis que acompanhavam o comboio dos descontentes. Segundo o presidente do Conselho Regional de Taxistas do Rio, Marcos Bezerra, a estimativa é que de 3 a 5 mil taxistas se reúnam para pedir a proibição do Uber — incluindo alguns vindos de outros estados, como São Paulo e Minas Gerais.

Taxis Protesto RJ

De acordo com Bezerra, a principal reivindicação da categoria é contra a atuação do que ele chama de “piratas”, citando o Uber e demais aplicativos de gênero. Para o presidente do Conselho Regional, os taxistas não querem essas pessoas trabalhando nas ruas.

A resposta do Uber

Diante de tanto transtorno, era óbvio que o Uber não iria ficar quieto. Tanto que a empresa decidiu responder aos protestos à altura e está oferecendo corridas gratuitas aos usuários cariocas como forma de compensar o caos no trânsito causado pelas manifestações.

Segundo uma mensagem enviada a quem utiliza o aplicativo, o serviço disse saber que hoje é um dia complicado e a empresa não iria deixar os cariocas na mão. Assim, ela está permitindo que as pessoas usem o transporte do Uber de graça ao utilizar o código especial RIONAOPARA.

Com o código, o usuário ganha o direito a duas viagens no valor de R$ 50 para usar nesta sexta-feira entre as 7h e as 19h na Cidade Maravilhosa. Para o porta-voz do Uber no Brasil, Fabio Sabba, a ideia é promover o debate, fazer com que mais pessoas conheçam o aplicativo e mostrar que há uma nova opção de transporte na capital — ou seja, uma alternativa e não uma nova realidade, como os taxistas afirmam.

Via: G1, O Globo