Primeiro banco digital da Europa chega ao Brasil

Por Felipe Ribeiro | 27 de Fevereiro de 2019 às 16h29
N26

O boom de bancos digitais está longe de acabar e estamos prestes a ganhar mais uma opção em terras brasileiras. Após quase seis anos de operação na Europa, o N26, primeiro banco deste tipo no Velho Continente iniciará suas atividades no Brasil. Hoje, a empresa atua em 24 países e possui mais de 2,5 milhões de clientes.

O banco

O N26 atua com serviços corriqueiros de bancos digitais, com atividades bancárias totalmente virtuais, além de recursos como pagamentos com cartão sem taxas em todo o mundo e compartilhamento de contas. Tendo o Brasil como ponto estratégico de suas metas de crescimento, o objetivo do N26 é de chegar à marca de 100 milhões de clientes em todo o mundo.

Desde o lançamento de seu primeiro produto, em 2015, o N26 já movimentou mais de €20 bilhões (Quase R$ 85 bi) em volume de transações e seus clientes detêm mais de € 1 bilhão (R$ 4,2 bi) em contas. Em janeiro deste ano, a Startup anunciou uma rodada de financiamento de US$ 300 milhões (R$ 1,1 bi), a maior de capital privado com fins tecnológicos na Europa nos últimos anos. Até hoje, o N26 arrecadou mais de US$ 500 milhões (R$ 1,8  bi) de fundos como Insight Ventures, GIC, Tencent, Allianz X, Valar Ventures, de Peter Thiel, Horizons Ventures de Li Ka-Shing, Earlybird Venture Capital, Redalpine Ventures e Greyhound Capital.

Equipe já está em formação

Eduardo Prota, que será o gerente geral do Brasil, já está buscando profissionais para a formação da equipe local. Prota possui mais de dez anos de experiência em bancos e empresas de pagamento, como Santander e Cielo, além de participações em startups. Como co-fundador da Tripda, foi responsável pelo lançamento de operações em 13 mercados na América Latina, Ásia e Estados Unidos.

“Milhões de clientes bancários no Brasil ainda sofrem com más experiências bancárias e altas taxas. Acreditamos que a gestão do dinheiro não deve ser uma experiência demorada e frustrante. O N26 foi projetado para simplificar os serviços bancários e capacitar as pessoas a assumir o controle de suas finanças”, diz Eduardo Prota, gerente geral do N26 no Brasil.

Fonte: N26

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.