Nubank alega erro da Caixa em valores estornados de contas de clientes

Por Rubens Eishima | 08 de Julho de 2020 às 08h13
Tudo sobre

Nubank

Saiba tudo sobre Nubank

Ver mais

Diversos clientes do Nubank foram às redes sociais reclamar de valores retirados sem motivo aparente. O “ajuste realizado“ envolve quantias geralmente de até R$ 599,99, mas pelo menos uma cliente relatou um estorno de R$ 1.200. Segundo uma publicação de um moderador do fórum oficial da marca, o motivo do estorno foi uma falha de sistema da Caixa Econômica Federal que teria causado depósitos com valores excedentes.

O problema, segundo a publicação do Nubank, esteve ativo entre os dias 15 de abril e 10 de junho deste ano. Teriam sido afetados os depósitos nas contas feitas por boleto bancário. Em resposta ao Canaltech, a empresa reconheceu que alguns dos estornos foram feitos por engano, mas que já começou a devolver os valores aos clientes afetados.

Nubank se posiciona

No Twitter, a conta oficial do Nubank afirmou que os valores tinham entrado duplicados. A publicação informou ainda que os clientes receberão um e-mail com mais informações, indicando que a comunicação não foi realizada antes do estorno para alertar sobre o problema.

A conta do banco na rede social orientou ainda que os clientes podem tirar dúvidas extras pelos canais de atendimento

Moderador da NuCommunity explicou estorno apontando erro da Caixa (imagem: NuCommunity/reprodução)

Procurada pelo Canaltech, a assessoria do Nubank reforçou que a situação ocorreu a partir de inconsistências da CEF, mas que iniciou o processo de devolução do dinheiro aos clientes mesmo antes de ter uma solução definitiva por parte do banco estatal para o problema. Confira a nota na íntegra:

Entre 15 de abril e 10 de junho de 2020, parte dos clientes do Nubank que realizou o pagamento de boletos por meio da Caixa Econômica Federal recebeu em sua conta digital uma quantia superior ao valor correto. O erro ocorreu devido a uma falha no sistema da própria CEF.

Assim que informado pela CEF sobre a situação, o Nubank, agindo de boa fé, comunicou seus clientes sobre o equívoco e, seguindo as recomendações da CEF, iniciou o processo de estorno dos valores excedentes de volta para o banco estatal. As devoluções foram suspensas assim que o Nubank identificou inconsistências nos dados fornecidos pelo banco estatal.

O Nubank lamenta o transtorno causado aos seus clientes e informa que, devido à imprecisão dos dados da CEF, a empresa decidiu reverter imediatamente os valores aos seus clientes mesmo não sendo responsável pela falha. Os clientes afetados já começaram a receber os valores em suas contas. A empresa aguarda esclarecimentos adicionais do banco estatal.

Caixa se defende

Em nota enviada ao Canaltech, a Caixa garantiu não haver qualquer "intercorrências em pagamentos e transferências do Caixa Tem para fintechs", alegando ainda não ter identificado qualquer falha em seus sistemas internos. Confira a nota na íntegra:

A Caixa informa que, acerca de relatos de intercorrências em pagamentos e transferências do Caixa Tem para fintechs, não foram identificadas falhas nos sistemas internos do banco.

Apenas nesta quarta-feira (8), já foram realizados com sucesso mais de 1,6 milhão de transações com o cartão de débito virtual, e processados cerca de 6 milhões de boletos sem nenhum incidente no sistema de cobrança da Caixa.

600 reais da Caixa não entrou no PicPay

Curiosamente, o valor e a empresa apontada como a responsável pelo problema lembram relatos, também nesta semana, de depósitos do Auxílio Emergencial que foram cancelados em contas de clientes do aplicativo PicPay.

No caso do PicPay, a Caixa declarou que o problema com o Auxílio Emergencial em contas digitais foi resolvido nesta terça-feira (7), e que clientes ainda com problemas para receber a transferência devem procurar seus bancos.

Atualizado às 17h21 para incluir o posicionamento da Caixa Econômica Federal.

Fonte: Nubank, Exame  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.