Microsoft apresenta prejuízo de US$ 2,1 bilhões depois da compra da Nokia

Por Redação | 22.07.2015 às 10:22

A Microsoft divulgou nesta terça-feira (21) o relatório com os seus ganhos do último trimestre, mas o resultado não foi animador para a companhia: entre abril e junho de 2015, a empresa obteve um prejuízo de US$ 2,1 bilhões devido à compra da Nokia.

A empresa de Bill Gates apresentou uma baixa contábil de US$ 7,6 bilhões referentes à compra da finlandesa e outros custos, algo que prejudicou todo o trimestre. Caso não tivesse fechado o negócio com a fabricante de celulares, o lucro teria sido de US$ 6,4 bilhões e as receitas na casa de US$ 22,2 bilhões.

Porém, a área de smartphones apresentou um resultado um pouco melhor. Foram vendidas 8,4 milhões de unidades dos aparelhos Lumia, apresentando um crescimento de 10% em comparação com o mesmo período do ano passado. Mesmo assim, as receitas acabaram caindo porque o foco da companhia foi nos modelos de entrada, que costumam ter uma rentabilidade menor.

Em relação ao Windows Phone, o relatório também mostrou prejuízo. No comparativo ano a ano, a queda foi de 68%, sendo a receita de apenas US$ 552 milhões. Apesar de tanto prejuízo, a Microsoft pode comemorar a alta nas vendas do tablet/laptop Surface, cujos números de receita aumentaram 117% e seguem crescendo.

As vendas do Xbox também aumentaram, mas pouco: apenas 10%. O crescimento só não apresenta um número maior pois a Microsoft precisou diminuir o valor do console para competir com o PlayStation 4. Foram 1,4 milhões de unidades do Xbox 360 e One vendidas no último trimestre.

Fonte: Slash Gear via Microsoft