Kaspersky Lab muda escritórios para Suíça por medo de boicote

Por Wagner Wakka | 15 de Maio de 2018 às 16h09
TUDO SOBRE

Kaspersky

A Kaspersky Lab vai mudar de sede de algumas de suas operações de Moscou para a Suíça. A empresa de segurança digital estava sendo pressionada e até ameaçada de boicote caso se mantivesse na Rússia.

As preocupações em relação à Kaspersky Lab surgiram primordialmente do Departamento de Segurança dos Estados Unidos que ordenou que outros departamentos parassem de usar os produtos da empresa com medo de que dados do governos federal pudessem ser vazados para o governo russo.

Um caso semelhante aconteceu no Reino Unido. O centro de segurança digital escreveu a todos os outros departamentos do governo alertando para os perigos de se usarem os produtos da Kaspersky Lab, pelo mesmo motivo que os alegados pelos americanos. Em seguida, a Holanda entrou no coro de preocupações em relação aos dados nacionais. O Ministro da segurança e justiça disse que a Rússia tinha um programa com foco em interesses vitais da Holanda, em uma clara citação à Kaspersky Lab.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Após levantar tantos problemas e prevendo um boicote ainda maior, a empresa resolveu mudar as operações para afastar suspeitas, e a companhia crê que a Suíça seja o melhor país para isso. A Kaspersky Lab acredita que o governo suíço nunca colaborou com informações de espionagem e, de fato, a Suíça é conhecida como um dos locais mais seguros para se guardar informações.

"Nosso novo centro na Suíça fortalecerá a integridade comprovada dos produtos da Kaspersky Lab, e melhorará significativamente a resiliência de nossa infraestrutura de TI a qualquer risco de confiança – mesmo os teóricos", afirmou a empresa em nota para a Reuters.

As partes da empresa que serão transportadas para a Suíça serão os setores de armazenamento e processamento de dados e desenvolvimento de softwares. Assim, a empresa afirma que todos os dados proveniente de Estados Unidos, Europa, Japão, Coréia do Sul, Singapura e Austrália ficarão a cargo do novo escritório na Suíça.

Fonte: BBC

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.