IA do Google faz leitura labial melhor que profissionais do ramo

Por Redação | 23 de Novembro de 2016 às 22h05

Agora o Google consegue fazer leitura labial melhor do que os especialistas no assunto. Segundo a revista New Scientist, o gigante está incrementando cada vez mais sua inteligência artificial para aperfeiçoar sua interação com seres humanos, e dessa vez o resultado foi excelente.

O sistema de aprendizado de máquina do Google está passando por treinamentos intensivos. São mais de 5 mil horas de programação televisiva, com seis programas de TV no total. No final das contas, mais de 118 mil frases foram analisadas pelos computadores do Google, que segundo a empresa, já fazem leitura labial melhor que profissionais dedicados da área.

Enquanto um destes profissionais tem uma margem de acerto de 12,4% das palavras ditas sem qualquer erro, a inteligência artificial do Google chega a 46,8%. O que compromete os resultados dos computadores são erros gramaticais cometido por seres humanos durante a fala.

A questão, agora, é saber como utilizar as habilidades do sistema do Google para leitura labial. Embora os mais preocupados com privacidade possam imaginar que, num futuro próximo, estaremos sendo "ouvidos" por computadores que fazem esse tipo de serviço, vale dizer que os resultados obtidos por microfones de longo alcance são muito melhores para espionagem. É possível que a leitura labial do Google seja usada em dispositivos de consumo para ajudá-los a descobrir o que estamos dizendo. Em outras palavras, poderemos conversar com terminais, robôs, eletrodomésticos e carros inteligentes sem a ajuda de um microfone.

"Acreditamos que os leitores labiais robóticos têm um enorme potencial prático, bem como aplicações em aparelhos auditivos aprimorados, falas não microfonadas em espaços públicos e reconhecimento de fala em ambientes ruidosos", revela Yannis Assael, que trabalha no desenvolvimento de uma tecnologia semelhante na Universidade de Oxford — a LipNet.

Via New Scientist