Google pretende transformar Waze em app de carona compartilhada

Por Redação | 30.08.2016 às 19:24
photo_camera Divulgação

Em vez de passar pelo processo de criação e lançamento de um novo app no expoente e concorrido mercado de caronas, o Google decidiu trabalhar com as ferramentas que já tem. Segundo o Wall Street Journal, o gigante de buscas pretende utilizar o app de navegação Waze como aplicativo de transporte compartilhado. A fase inicial do projeto acontecerá na região de São Francisco e está prevista para setembro.

A iniciativa começou em maio, quando a empresa começou a testar o piloto do projeto no estado da Califórnia. Por alguns meses, trabalhadores de algumas empresas utilizaram o aplicativo de navegação para se conectar uns com os outros para compartilhar o trajeto.

Diferentemente do Uber e do Lyft, que operam como serviços de táxi sob demanda, o Google pretende conectar pessoas que estão indo para a mesma direção. Para isso, a empresa pretende utilizar tarifas mais baixas para desencorajar os motoristas a atuarem como "taxistas", mesmo que isso signifique lucro zero para a empresa no início, conforme indicaram os testes.

No piloto, qualquer usuário do Waze da região de São Francisco pode se inscrever, mas com limitação de 25 mil pessoas cadastradas das empresas Google, Walmart e Adobe, que podem usar o serviço duas vezes ao dia, equivalente à ida e a volta do trabalho.

A nova fase do Waze é mais um passo da empresa em direção ao transporte. Além desta iniciativa, o Google vem investindo massivamente nos veículos autônomos, do desenvolvimento à regulamentação.

Fonte Engadget