Google mudará algoritmo de busca móvel e isso afetará milhões de sites

Por Redação | 20.04.2015 às 11:00

Nesta terça-feira (21), o Google fará uma grande atualização em seu algoritmo de busca móvel que deve mudar consideravelmente a ordem em que os sites são classificados quando os usuários procuram por algo em smartphones ou tablets. A mudança deve favorecer sites "mobile-friendly", que são aqueles cujas páginas são elaboradas para oferecer uma boa experiência em dispositivos móveis, colocando-os acima de outros resultados nas buscas.

Os sites que não apresentam compatibilidade com ambiente mobile serão rebaixados e isso deverá afetar milhões de sites em todo mundo. Cerca de 60% do tráfego online das pesquisas do Google são oriundos de ambientes móveis, logo a empresa quer que os usuários sempre cliquem em links que proporcionarão uma boa experiência de navegação.

O Google anunciou que faria as mudanças em fevereiro, dando aos desenvolvedores de websites tempo suficiente para realizarem alterações que julgassem necessárias para não perderem relevância em buscas móveis. Mesmo assim, a atualização deverá causar um grande impacto, principalmente nas pequenas empresas, que estão desorientadas em relação ao assunto ou nem mesmo sabem a respeito dele.

Itai Sadan, CEO da Duda, empresa de construção de websites, afirmou que "as pessoas que estão em risco são aquelas que não sabem sobre o assunto". Para ele, isso significa um grande número de pequenas empresas espalhadas pelo mundo. "A partir do dia 21 de abril, diversas empresas vão ficar realmente surpresas quando notarem que o número de visitantes para seus sites caiu significativamente. Isto vai afetar milhões de sites na web".

Muitas das pequenas empresas dependem de acessos oriundos do Google para conquistar novos clientes interessados em produtos de seu mercado de atuação. Se elas não ajustarem seus sites para ambientes móveis terão seu tráfego reduzido por estarem mal colocadas nos resultados exibidos nas buscas móveis da gigante de Mountain View. "A experiência do usuário é importante. Não é suficiente ter todo o conteúdo certo. Se as pessoas vão para um site e o conteúdo está lá, mas de maneira ilegível, isso não é bom", afirma Sadan.

Não são apenas as pequenas empresas que serão afetadas pela mudança. A empresa de marketing Somo divulgou na semana passada uma pesquisa que constatou que grandes marcas como American Apparel, The Daily Mail e Ryanair também serão afetadas caso não adaptem seus sites.

Via Business Insider

Fonte: http://www.businessinsider.com/google-mobilegeddon-2015-4