Casa alugada pelo Airbnb é quase destruída em "orgia regada a muita droga"

Por Redação | 04.05.2015 às 13:59

Sabe aquelas cenas quase pós-apocalípticas que vemos em filmes depois que alguém decide fazer uma grande festa e perde o controle? Pois foi exatamente esse cenário de devastação que uma família canadense encontrou após alugar sua casa pelo Airbnb.

Tudo começou quando o casal Mark e Star King decidiu usar o popular serviço para alugar sua residência, localizada na cidade de Calgary, no Canadá, por alguns dias para um grupo de quatro pessoas que estaria indo a um casamento na região. No entanto, o pesadelo começou quando vizinhos ligaram para informar que algo de muito estranho estava acontecendo.

Isso porque, ao que parece, o tal casamento nunca existiu e os inquilinos decidiram fazer uma festa para mais de 100 pessoas no lugar. E, diante da bagunça, os vizinhos não só ligaram para os King como ainda chamaram a polícia.

Ao chegar no lugar, o que eles encontraram foi um cenário típico dos filmes de Seth Rogen ou de um American Pie: a casa estava inteiramente bagunçada, com móveis e demais objetos de decoração destruídos, além de muita sujeira por todos os lados. O vídeo publicado ajuda a ter uma leve ideia do estrago.

Segundo relatos da polícia, havia muitas garrafas quebradas e sacos de lixo espalhados pelos cômodos, bitucas de cigarro em todos os lugares e camisinhas simplesmente jogadas em todos os banheiros da casa.

O caos era tão generalizado que as autoridades descreveram tudo como uma "orgia regada a muita droga" e, de acordo com Mark King em uma entrevista a uma TV local, o cheiro de maconha no lugar era tão grande que ele quase se sentiu anestesiado ao chegar lá.

No entanto, apesar de toda a dor de cabeça causada pelo transtorno, a família não vai precisar desembolsar nada para recuperar sua propriedade. Isso porque o Airbnb possui um seguro para cobrir qualquer eventual dano causado por inquilinos durante a locação de uma casa. Chamado de "Garantia ao Anfitrião", esse dinheiro cobre gastos de até US$ 1 milhão no caso de roubo, vandalismo ou absurdos como o que foi visto na cidade canadense.

Via: Mashable