Minecraft: game é usado como recurso educacional em muitas escolas no mundo

Por Redação | 22 de Janeiro de 2013 às 14h50
photo_camera Folha de S. Paulo

O jogo de construção Minecraft, lançado em 2011 e possuindo mais de 40 milhões de usuários ativos, não é apenas usado para diversão; também já é empregado como ferramenta educativa em mais de mil escolas ao redor do mundo. Os professores afirmam que o game ajuda na criatividade dos alunos, além de ensinar princípios de geometria e física.

Em uma escola de Nova York, Estados Unidos, os professores utilizam o jogo para mostrar elementos da natureza aos alunos e permitir que eles construam tudo que quiserem usando esses materiais naturais. Na China, outra escola usa o Minecraft nas aulas de literatura, para que os alunos construam as cidades presentes nos livros clássicos. E na Suécia, terra natal da empresa responsável pelo jogo, a Mojang, o game foi incluído na grade curricular de todas as escolas.

Com base no interesse das instituições de ensino, foi criado o projeto MinecraftEdu, que vende os direitos do jogo de construção para escolas com até 50% de desconto. "Simuladores de construção como 'Minecraft' ou 'SimCity' são os mais indicados por não terem missões específicas nem enredo definido, o que estimula a criatividade", afirmou à Folha de S. Paulo Cláudio Mendes, professor da Universidade Federal de Ouro Preto, que estuda o emprego de games na educação.

Além das escolas, a ONU (Organização das Nações Unidas) também desenvolveu um projeto social de recuperação de áreas abandonadas com a ajuda da plataforma 'Minecraft'. Até 2016, a organização pretende recuperar até 300 áreas urbanas com a ajuda de jovens — os espaços são recriados dentro do jogo e os jogadores devem realizar mudanças virtuais para cada área.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.