Jovem viciado em selfies tentou se matar por não conseguir a 'selfie perfeita'

Por Redação | 26 de Março de 2014 às 09h55

Um adolescente de 19 anos foi considerado o primeiro viciado em selfies do Reino Unido. O vício de Danny Bowman durou dois anos e ele chegou a largar o colégio para ficar se fotografando em casa. De acordo com o próprio Bowman, ele perdeu 13 kg para ficar melhor nas fotos e, quando viu que não conseguiria a imagem perfeita, tentou se matar.

"A única coisa com que eu me importava era ter meu telefone comigo, assim eu poderia suprir a vontade de tirar uma foto minha a qualquer hora do dia", disse o jovem ao The Mirror. "Eu estava constantemente procurando tirar a selfie perfeita e quando eu percebi que não conseguiria, eu quis morrer. Eu perdi meus amigos, minha educação, minha saúde e quase minha vida".

O vício de Danny começou aos 15 anos, quando ele começou a publicar fotos no Facebook. "As pessoas as comentavam, mas crianças podem ser cruéis. Uma disse que meu nariz era muito grande para o meu rosto e outra falou da minha pele. Eu comecei a tirar mais e mais para tentar conseguir a aprovação dos meus amigos".

Danny Bowman selfie

Selfie de Danny Bowman. Fonte: Arquivo Pessoal/The Mirror.

"Eu ficava extasiado quando alguém dizia algo legal, mas ficava devastado quando eles escreviam coisas rudes". Danny também tinha ambições de ser modelo, mas uma agência lhe recusou, dizendo que seu corpo não estava dentro do padrão da indústria e sua pele não era boa. "Quando eu cheguei em casa naquela noite eu fiquei em frente ao espelho e tirei uma foto de mim. Eu não gostei dela, então tirei outra. E antes que eu percebesse, eu já tinha tirado cerca de 30 delas, descartando todas".

Após esse episódio, o adolescente passou cerca de dois anos alimentando seu vício, passando até dez horas por dia tirando fotos. Aos 16 anos, ele começou a matar aula para ficar no banheiro se fotografando e logo em seguida parou de ir à escola. "Eu ficava realmente ansioso e precisava saber como estava a minha aparência. Eu tirava fotos no espelho do banheiro e então me trancava em uma cabine para ficar olhando elas até um professor me achar", recorda.

Danny Bowman selfie 2

Fonte: Arquivo Pessoal/The Mirror.

O adolescente, que pesava 57 kg, começou a perder peso para ficar melhor nas fotos e chegou aos 44 kg. Em dezembro de 2012, após uma sessão de selfies, Danny tentou se matar no quarto de casa tomando uma overdose de remédios. Ele foi encontrado pela mãe e, depois do episódio, iniciou um tratamento para seu vício em fotos e também para TOC (Transtorno Obsessivo-Compulsivo) e Síndrome da Distorção da Imagem.

Hoje, aos 19 anos, Danny ainda luta para voltar à sua vida normal. "É um problema real como drogas, álcool ou apostas", ele conta. "Parece algo trivial e inofensivo, mas é por isso que é perigoso. Ele [o vício] quase tirou minha vida, mas eu sobrevivi e estou determinado a nunca estar naquela posição de novo".

Atualmente Danny trabalha com o grupo de caridade Fixers para conscientizar a população sobre problemas mentais em jovens e adolescentes.

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.