Após 6 meses do lançamento, PIX Saque e PIX Troco contam com baixa adesão

Após 6 meses do lançamento, PIX Saque e PIX Troco contam com baixa adesão

Por Dácio Castelo Branco | Editado por Claudio Yuge | 05 de Maio de 2022 às 17h41
Caio Carvalho/Canaltech

Em novembro do ano passado, o Banco Central lançou o PIX Saque e o PIX Troco, modalidades do sistema de pagamento instantâneo que permitem que usuários realizem saques de dinheiro em espécie em estabelecimentos comerciais. Porém, quase seis meses depois de a novidade chegar aos celulares, suas adesões ainda são baixas.

Segundo balanço divulgado pelo Banco Central do Brasil, entre dezembro de 2021 e março de 2022 foram realizadas apenas 290 mil transações de PIX Saque e o PIX Troco. Para comparação, nos primeiros seis meses de seu lançamento, o PIX normal somou quase 500 milhões de transações.

No total, foram 1,8 mil transações de PIX Troco e 124 mil do PIX Saque em março de 2022. Mesmo sendo números baixos, se os dados atuais forem comparados com os dos meses anteriores, é possível ver que a utilização das modalidades está em constante crescimento, mesmo que ainda não cheguem ao mesmo nível de adesão do serviço original — em fevereiro o Troco acumulou 1,5 mil operações e o Saque 91 mil, evidenciando essa tendência.

PIX Saque e PIX Troco estão disponíveis em cerca de 15 mil pontos no Brasil inteiro. (Imagem: André Magalhães/Canaltech)

Ao mesmo tempo, a baixa adesão pode ser uma consequência dos poucos pontos comerciais que aceitam as modalidades PIX Saque e PIX Troco atualmente. No total, o número é de 15 mil em todo o Brasil, entre estabelecimentos de varejo, correspondentes bancários ou mesmo caixas eletrônicos.

Todos os pontos que atualmente aceitam as modalidades podem ser consultados através do sistema do BC, a partir do compartilhamento de informações dos Dados Abertos do Sistema Financeiro Nacional, banco de referência que todo estabelecimento compatível com o PIX Saque e PIX Troco é obrigatoriamente registrado.

Fonte: G1, Estadão

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.