Planeta Terra já está com déficit de recursos naturais em 2019

Por Se Hyeon Oh | 29 de Julho de 2019 às 22h30
NASA

A Global Footprint Network, organização internacional fundada em 2003 que mede a pegada ecológica, divulgou um resultado bem preocupante nesta segunda (29). Isso porque ela diz que o planeta Terra alcançou o limite máximo de uso de recursos naturais que poderiam ser renovados sem prejuízos ao meio ambiente em 2019. 

Normalmente, com o tempo, a natureza é capaz de renovar os recursos naturais essenciais para a sobrevivência humana, tais como a água, minério, petróleo, entre outros. Todavia, com essa divulgação Global Footprint Network, acabamos entrando numa fase onde todos esses itens usados pela humanidade começarão a ficar cada vez mais escassos.

De acordo com Mathis Wackernagel, coinventor da pegada ecológica e fundador da Global Footprint Network, do modo atual, necessitamos de 1,75 Terra para continuarmos a sobreviver, de forma que, desde 1970, o nosso planeta azul começou a entrar em um déficit de recursos naturais, co a data-limite dele chegando de uma forma cada vez mais acelerada ano a ano.

A pegada ecológica, usada como “métrica” pela organização internacional, serve para contabilizar a quantidade de recursos naturais que são consumidos por uma pessoa ou uma população. Conforme o Global Footprint Network, a alta pegada ecológica está “voltando em forma de desflorestação, erosão e perda de biodiversidade”, além de estar “levando a alterações climáticas e a secas, incêndios e furacões cada vez mais graves”.

Fonte: G1

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.