Comcast é processada por usar modems domésticos para rede pública de Wi-Fi

Por Redação | 09 de Dezembro de 2014 às 15h54
photo_camera Divulgação

A Comcast, gigante americana da área de TV a cabo, internet e telefonia, está sendo processada por clientes que afirmam que a empresa está explorando redes privadas de internet em benefício da rede pública da companhia.

O processo está sendo movido por dois moradores de São Francisco que alegam que a Comcast está usando o Wi-Fi doméstico deles como parte da rede pública de internet da empresa. Uma reportagem da SFGate entrevistou os clientes da empresa que afirmam que o desvio da rede resultou em um aumento no consumo de energia elétrica, congestionamento da conexão, além de representar uma ameaça à privacidade. O processo que está na corte de São Francisco acusa a Comcast de “exploração pelo lucro”.

O uso da internet privada dos clientes faz parte de um plano nacional da Comcast para a instalação de uma rede pública de Wi-Fi que deve dar cobertura a 19 grandes cidades americanas. Para conseguir tal alcance, a empresa tem usado redes privadas, ativando um segundo canal de conexão nos modems usados pelos clientes domésticos da empresa e que atende todos os usuários que estejam no alcance da rede.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A empresa alega que o segundo canal não prejudica o sinal do Wi-Fi dos donos do modem, no entanto, os clientes que entraram com o processo contra a empresa alegam que essa segunda via do modem deixa a conexão muito mais lenta e aumenta o consumo de energia do aparelho, gerando um prejuízo direto aos consumidores.

Segundo as informações do processo, os dois autores da ação ainda afirmam que a empresa não avisa os clientes sobre a ativação da segunda via no modem, que pode ser desabilitada caso ele solicite junto à empresa, alega a Comcast.

No processo, os moradores pedem que a companhia não possa mais utilizar redes domésticas de clientes em benefício da rede de Wi-Fi pública da empresa, e pedem ainda uma compensação por danos.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.