EA pode voltar a vender seus jogos no Steam

Por Wagner Wakka | 28 de Outubro de 2019 às 12h13
Electronic Arts
Tudo sobre

EA

Saiba tudo sobre EA

Ver mais

A EA pode voltar a colocar seus jogos no Steam. Isso é o que sugerem uma série de acontecimentos em maior e menor nível nas últimas semanas. Há 10 anos, a empresa lançou sua própria loja de games, o EA Origin, retirando seus games da plataforma da Valve. Agora, usuários começam a ver indícios de games da empresa de volta ao catálogo.

O primeiro sinal veio de um post de um usuário no Reddit. Ele analisou a nova interface da biblioteca do Steam e reparou que Mirror’s Edge Catalyst, exclusivo da EA, estava listado na primeira versão da nova plataforma.

Uma outra indicação é que, dentro do app, há um teste de integração entre as duas plataformas. No código-fonte há um comando que permitiria um usuário comprar um game pelo Steam, mas jogá-lo pelo EA Origin. Ainda, Dragon Age II (também da EA), jogo que já estava na plataforma da Valve, ganhou novo pacote de atualizações.

Um último detalhe mais especulativo está em uma postagem da EA no Twitter. A empresa publicou um vídeo de uma caneca fumegante com o seu logo, sem dar contexto sobre isso. A especulação é de que ela estaria fazendo uma referência ao Steam pela fumaça da caneca. Uma das possíveis traduções para a palavra steam, em inglês, é “vapor”.

Apesar de tais indícios, nenhuma das companhias confirmaram a integração. Contudo, este movimento faz sentido. A EA criou o Origin em 2009 muito mais com o propósito de criar um sistema de DRM para seus jogos do que fazer uma loja online. Ou seja, a proposta era verificar direitos autorais e combater a pirataria e não vender seus produtos. Ao permitir a compra pelo Steam e manter a utilização pelo Origin, a EA consegue o melhor dos dois mundos.

Fonte: Reddit

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.