EA dá um mês de Origin Access grátis para quem ativar verificação em dois passos

Por Rafael Arbulu | 03 de Outubro de 2019 às 10h45
(Imagem: Divulgação/Electronic Arts)
Tudo sobre

EA

Saiba tudo sobre EA

Ver mais

Pelo senso da indústria, o mês de outubro vem sendo reconhecido pela comunidade de TI como o “mês da conscientização da cibersegurança”. Claro, a data não possui nenhum tipo de sanção oficial, mas é comum que empresas de tecnologia se valham do período para organizar campanhas de proteção à identidade dos usuários.

A publisher americana de jogos Electronic Arts (EA) adotou esse discurso para lançar uma promoção: usuários do EA Origin, a plataforma virtual de comércio de jogos da empresa no PC, poderão ganhar um mês de uso da área paga — a EA Origin Access — sem cobrança nenhuma, desde que habilitem em seus perfis a verificação de login em dois passos (Two Factor Authentication, ou simplesmente “2FA”). A oferta deve perdurar todo o mês de outubro, com novembro sendo o mês gratuito.

O EA Origin Access é um serviço de assinatura oferecido pela empresa, que traz benefícios similares ao que se vê em outras plataformas, como o GamePass e a assinatura Gold do Xbox One (Microsoft) e a PlayStation Plus (Sony): acesso antecipado a alguns jogos não lançados, descontos maiores em títulos de primeira linha e até mesmo ofertas de download gratuito para games de grande sucesso.

Algumas condições foram estabelecidas pela companhia:

  • Membros do Origin Access Basic: ao habilitar a 2FA, não haverá cobrança no mês seguinte (novembro/2019)
  • Membros do Origin Access Premier: a mesma oferta, mas voltada apenas à categoria Premier
  • Ter o client do EA Origins instalado no PC

Uma promoção similar foi vista na Epic Games Store, onde a empresa está oferecendo itens gratuitos dentro de seu jogo de maior sucesso, Fortnite, para quem habilitar a 2FA em seu perfil.

(Imagem: Divulgação/Electronic Arts)

“2F-o quê”?

Two-factor Authentication. Basicamente, “autenticação em duas etapas”. Trata-se de uma função de proteção às credenciais do usuário. Já explicamos em detalhes o seu funcionamento aqui no Canaltech, mas, de uma forma bem generalizada, essa tecnologia permite que você proteja com uma camada a mais de segurança qualquer perfil seu mantido em alguma plataforma digital.

A ideia é que você tenha um passo a mais de proteção para ser executado além da inserção do seu nome de usuário e senha. Geralmente, essa tecnologia é vista em aplicações de primeira linha, como o seu login no Facebook ou no Gmail, da Google.

Seu funcionamento também é simples: a questão das “duas etapas” dificulta a vida de hackers que, de alguma forma, obtenham acesso às suas credenciais primárias (seu usuário e senha, por exemplo). Para isso, o recurso utiliza uma confirmação de login por outra plataforma que não aquela onde o acesso vem sendo feito.

De forma resumida: se algum hacker tentar acessar o seu Facebook por um laptop, o sistema da rede social enviará uma notificação ao seu smartphone, atrelado à conta, pedindo pela confirmação do login. Se não foi você, é só negar a notificação e o acesso é impedido (mas depois disso, é recomendável que você altere a sua senha).

Segundo um levantamento da Microsoft, realizado em agosto deste ano, a mera habilitação do recurso barra 99,9% das tentativas de invasão. Para tê-la em suas plataformas, basta acessar o menu de configurações de sua conta.

Fonte: EA

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.