Niantic revela modo cooperativo e mudanças nos ginásios de Pokémon GO

Por Redação | 19 de Junho de 2017 às 12h15
photo_camera Divulgação

A Niantic anunciou nesta segunda-feira (19) as tão esperadas mudanças no sistema de ginásios de Pokémon GO. Como parte de uma grande atualização que está sendo preparada para as próximas semanas, os locais receberão mudanças bastante significativas em seu funcionamento, que chegam com o intuito de torná-los mais competitivos e com maior rotação, além de propiciar combates mais justos.

Como primeiro passo das mudanças, os ginásios serão fechados nesta segunda, em horário ainda não definido e sem data marcada para retornarem. Quando voltarem a funcionar, eles passarão a funcionar como PokéParadas, ampliando o total de itens que podem ser pegos pelos jogadores nas ruas.

No lugar dos atuais duelos de força, entra um sistema de motivação. Cada ginásio terá seis slots – uma redução em relação ao total atual, de 10 – e os Pokémon adicionados a eles ganharão uma barra que indica seu “ânimo” para os combates. Quanto menor o índice, mais baixa será sua força e poder de ataque, facilitando a tomada do local por equipes rivais.

A motivação é reduzida sempre que um monstrinho for derrotado em batalha e também baixará ao longo do tempo em que ele estiver no ginásio e longe de seu treinador. Para recuperar a barra, os membros da equipe que domina o local devem alimentá-los com Berries (Fruta Frambo, na versão em português). Caso o índice chegue a zero, o Pokémon sai automaticamente do ginásio e retorna ao usuário que o colocou lá originalmente.

De forma a tornar os combates mais justos, os ginásios só poderão contar com um monstrinho de cada tipo por vez. Isso significa que as grandes barreiras criadas por personagens bem resistentes, como Blissey ou Tyranitar, não poderão mais existir, com os treinadores tendo de pensar de forma estratégica para vencerem. Os Pokémon colocados nos locais serão enfrentados em ordem de chegada, e não mais categorizados do mais fraco para o mais forte.

As mudanças chegam para acabar com dinâmicas desleais que vinham sendo usadas pelos jogadores, como a colocação frequente de Pokémon “tanques” para defesa de ginásios ou o uso de bots para treiná-los à exaustão, de forma a impedir a tomada. Como o sistema agora depende de frutas e da passagem constante de usuários pelos locais, a ideia é privilegiar quem joga “de verdade”.

Os ginásios são, hoje, a única forma gratuita de obter moedinhas de ouro, usadas em Pokémon GO para a compra de itens adicionais ou exclusivos, como Pokébolas, incubadoras de ovos ou mais espaço para armazenamento de itens ou monstrinhos. Por isso mesmo, a atual dinâmica, que vinha sendo constantemente abusada, era alvo de reclamações que a Niantic espera resolver com as mudanças.

Os usuários que mais participarem da evolução de um local também ganharão medalhas e mais pontos de experiência. Ao executarem ações como a entrega constante de frutas ou a colocação de personagens nos locais, eles também poderão evoluir tais artigos, recebendo recompensas adicionais.

Eventos cooperativos e Pokémon superpoderosos

Os ginásios também passarão a ser o centro de eventos sazonais, que a Niantic chama de Raid Battle. De tempos em tempos, os Pokémon atribuídos a um ginásio serão removidos e substituídos por um ovo gigante, que indicará um tempo para o início da luta. Ali, nascerá um monstrinho de gigantesco poder de combate, com um tempo muito curto para que ele seja derrotado.

A ideia é que até 20 usuários participem de forma cooperativa das batalhas, unindo forças e seus melhores Pokémon para derrotar o “chefão”, algo que deve ser concluído em até cinco minutos. Caso vençam, receberão itens especiais como doces “coringas”, que se transformam naquelas que o usuário desejar, ou elementos que permitem ensinar um golpe específico a um monstrinho. Mas na recompensa mais interessante, todos os treinadores que se unirem em uma Raid Battle terão uma chance de capturar um monstrinho extraforte, com nível de força que pode ultrapassar a marca das dezenas de milhares.

Para participarem dos combates, entretanto, os jogadores precisarão de um passe, obtido sempre que eles ativarem uma PokéParada de um ginásio. Eles podem ser obtidos uma vez por dia, e cada pessoa só poderá ter um deles por vez em seu inventário.

As mudanças em Pokémon GO começam nesta segunda, mas as datas de implementação ainda são incertas. Os ginásios serão fechados agora, mas, como já dito, não têm data de reabertura, com a Niantic afirmando que isso acontecerá nas próximas semanas. O mesmo vale para as Raid Battles, que serão implementadas aos poucos e, inicialmente, para um número limitado de jogadores, como forma de teste. A ideia, porém, é que todos os recursos estejam plenamente ativos nos próximos meses.

Fonte: Niantic

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.