WWDC 2018 | Essas são as novidades do iOS 12 anunciadas no evento

Por Wagner Wakka | 04 de Junho de 2018 às 18h33
TUDO SOBRE

Apple

A Apple deu início nesta segunda (4) oficialmente a Worldwide Developers Conference (WWDC), evento em que une desenvolvedores para anunciar novidades em seus softwares. A principal novidade foi a revelação das funcionalidades que estão no iOS 12, lançado ainda em beta apenas para desenvolvedores, por enquanto.

A empresa começou a apresentação confirmando que esta versão do sistema operacional vai focar em performance. O vice-presidente de software, Craig Federighi, disse que o iOS 12 deve ser mais responsivo, principalmente em aparelhos mais antigos. Esta é uma mudança interessante na empresa, a qual é acusada de derrubar o desempenho de aparelhos com a atualização de sistemas operacionais. Segundo Federighi, aplicativos devem abrir até 40% mais rápido, enquanto o teclado deve demorar metade do tempo para aparecer e a câmera pode ser 70% mais ágil em abrir no próximo update.

Outra novidade do sistema operacional será que ele vai mostrar de forma mais organizada como que aquele dispositivo está sendo usado. Isso quer dizer que ele vai detalhar o tempo de tela ligada, o tempo de uso de cada app e outras estatísticas do tipo. Também é possível criar um alerta de tempo para as aplicações, sendo que, quando você passa do limite, um pop-up avisa o exagero. Embora esta seja uma ferramenta muito útil para controle parental, também mostra uma preocupação da Apple em dar possibilidades ao usuário para controlar o uso viciantes em devices.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Notificações agrupadas

Para quem tem muitos apps habilitados para mostrar notificações, chega uma hora que se torna basicamente impossível acompanhar tudo que chega ao aparelho. Para tentar minimizar este problema, o iOS 12 vai agrupar as notificações de um mesmo aplicativo. Caso se queira ver mais sobre uma notificação, basta tocar no conjunto para expandir os alertas.

Além disso, os apps também podem ser silenciados de uma forma mais simples, já na tela de notificações. Também é possível regular quais programas podem enviar alertas por vibração, ou somente vão mostrar imagem na tela.

Por mim, a função Silêncio agora faz com que a notificação seja mostrada na Central, mas não apareça em push com o aparelho travado nem emita sons ou vibração.

Mais Animojis

A Apple está investindo forte em animações para se mandar em mensagens, Depois de anunciar os Animoji, agora a empresa atualizou a função, que passa a contar com reconhecimento de língua. Pode parecer uma característica bobinha, mas a tecnologia de reconhecimento facial com filtros é uma das novas febres desde Snapchat e Stories do Instagram. Assim, vale a diversão com o Animoji imitando a posição da língua.

Atiualização permite personalizar emoji (Foto: Divulgação/Apple)

Além disso, a Apple também anunciou os Memoji, um tipo personalizável de Animoji que usuários podem criar a si mesmo e mandar por mensagens. Além disso, pode adicionar chapéus, óculos e outros adornos ao avatar.

FaceTime

A plataforma de conversa por vídeos da Apple também vai ganhar um upgrade. Agora, o FaceTime passa a permitir conversas em grupos, com uma conferência em até 32 pessoas simultaneamente. A ferramenta estará disponível também para o macOS, permitindo interação entre as plataformas.

O app tem duas características bem singulares. A primeira é a forma como o chat ocorre em uma sala povoada. Os vídeos não aparecem lado a lado, como acontece no Skype, por exemplo, mas intercalados e em tamanhos variados, priorizando quem está falando ou quem é o líder da chamada. Ainda, o programa permite adicionar filtros, como os animojis.

Facetime permite sala com até 32 pessoas  (Foto: Divulgação/Apple)

Realidade aumentada

Em se tratando de um evento para desenvolvedores, é esperado que a Apple apresente novidades mais técnicas e específicas a este grupo. A principal delas é que o iOS 12 vai vir acompanhado de um novo ARKit, o conjunto de frameworks para desenvolvimento de realidade aumentada para os aparelhos da empresa. Com isso, uma das novidades é que os desenvolvedores podem criar experiências compartilhadas em vários devices. Isso quer dizer que um iPhone e um iPad, por exemplo, vão poder sincronizar suas aplicações e dividir o mesmo ambiente de realidade aumentada.

Também relacionado a isso, a Apple mostrou uma ferramenta para medidas de objetos 3D. Com o aplicativo chamado Measure (ainda sem um nome em português), o usuário pode medir a aresta de um objeto volumétrico só apontando a câmera para os vértices. Isso funciona, por exemplo, para se medir o tamanho de uma mala para saber se ela cabe em um bagageiro. Mesmo que já existam aplicações que façam isso, uma opção nativa pode ajudar a popularizar a ferramenta.

Kit de realidade aumentada permite interação entre dispositivos  (Foto: Divulgação/Apple)

Fotos

A Apple está usando inteligência artificial para ajudar a organizar e modificar fotos automaticamente. Esta parece uma resposta a todas as funcionalidade do Google Photos, ferramenta de fotos da sua principal concorrente. Assim, o iOS 12 vai introduzir uma aba chamada “For You” em que mostra sugestões de organização de fotos e filtros que podem funcionar melhor para uma publicação.

Interação

O novo sistema operacional também vai trazer uma atualização da assistente pessoal da empresa. A Siri passará a responder por mais ações, principalmente abrir mais aplicativos. Ainda, ela passará a ter interações com aplicativos de terceiros e não só com o nativos do aparelho.

Com isso, a Apple introduz mensagens de atalhos personalizável para abrir um determinado app. Por exemplo, é possível escolher “Oi, Siri. Quais filmes estão em cartaz hoje?” e indicar que ela abra um app de compra de ingressos, e não os resultados de busca de um cinema.  

Outra funcionalidade que passa ser mais integrada entre aparelhos é o app de gravação de voz. O Voice Memos chega ao iPad com a atualização e é possível enviar os arquivos para o iCloud. Dessa forma, é possível ter a biblioteca de conteúdos sincronizada entre vários dispositivos.

Mudanças menores

Por fim, a empresa divulgou outros detalhes. O iOS 12 chega com o Stocks, espaço dedicado ao mercado financeiro e ações na bolsa, totalmente repaginado, incluindo notícias e o valor das ações de uma empresa. Outra novidade é que o iBooks para a se chamar Apple Books e traz um novo design para facilitar a busca por conteúdos.

O iOS 12 está disponível apenas em versão beta para desenvolvedores no dia de hoje (4). A Apple confirmou que o primeiro beta aberto deve chegar ainda este mês sendo que o lançamento oficial está agendado para a nossa primavera, ou seja, no último trimestre do ano. O sistema operacional estará disponível para todos os aparelhos compatíveis com iOS 11.

Fonte: Apple

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.