Organização de Ashton Kutcher contra o abuso sexual infantil recebe US$ 280 mi

Por Thaís Augusto | 23 de Abril de 2019 às 07h33
Gobedia.com

A organização de combate ao abuso sexual de crianças Thorn recebeu na semana passada um financiamento de US$ 280 milhões do Audacious Project, fundo patrocinado pelo TED. A Thorn se tornou um dos oito grupos a receber o incentivo financeiro.

De acordo com o TED, o dinheiro é destinado para organizações com ideias ousadas para resolver os problemas mais urgentes do mundo. A Thorn foi criada em 2018, quando milhões de casos de exploração sexual de crianças na internet foram relatados nos Estados Unidos. A organização sem fins lucrativos, cofundada pelo ator Ashton Kutcher, desenvolve ferramentas para eliminar o abuso em plataformas online.

Em 2017, Kutcher testemunhou sobre o assunto no Congresso americano, relembrando um telefonema que sua equipe recebeu do Departamento de Segurança Interna, que procurava uma vítima de abuso sexual de apenas sete anos.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

De acordo com a CEO da Thorn, Julie Cordua, a criança foi mostrada em centenas de imagens sexualmente abusivas, mas as autoridades não conseguiram localizar seu agressor. "Começamos a debater as diferentes maneiras pelas quais poderíamos ajudar, quais tecnologias poderiam ajudar", comentou em entrevista ao Business Insider. "Percebemos que não havia nada para ajudar nesses tipos de casos".

O financiamento do Audacious Project ajudará a Thorn a desenvolver uma tecnologia capaz de ajudar autoridades a identificarem crianças traficadas e fornece às empresas ferramentas para impedir a disseminação de conteúdo abusivo. Em seu discurso no TED, Cordua disse que a tecnologia da Thorn reduziu o tempo necessário para encontrar vítimas infantis em mais de 65%.

"O abuso sexual de crianças obviamente é um crime humano, mas a internet está introduzindo essa dinâmica totalmente nova", disse Cordua. "Agora você pode encontrar salas de bate-papo inteiras e lugares onde há pessoas que irão convencê-lo de que esse tipo de comportamento está correto".

O software da Thorn está sendo testado por empresas como Imgur e Flickr, mas Cordua disse que pode ser usado por "qualquer plataforma que permita que você faça upload de uma imagem, envie um vídeo, compartilhe um bate-papo ou conecte pessoas do mundo todo".

Um desafio para o lançamento do software, segundo ela, é que muitas empresas têm medo de descobrir conteúdo abusivo em suas plataformas. Mas Cordua prevê um futuro em que as empresas serão recompensadas por excluir criminosos de suas redes.

"A maioria dos empreendedores só pensa em coisas incríveis sobre sua tecnologia, e é por isso que eles são grandes inovadores", disse Cordua. "[Mas] em algum ponto crítico, se certas pessoas ou organizações não tomarem medidas, então isso passa a ser questionável".

É apenas o segundo ano do Audacious Project. No ano passado, o apoio financeiro foi concedido para organizações como o Fundo de Defesa Ambiental, que usou o prêmio para promover o lançamento de um satélite de rastreamento de metano, e para o Bail Project, que pagou fiança para mais de quatro mil pessoas em necessidade e que são presumidamente inocentes.

Além da Thorn, os beneficiários deste ano incluem três organizações científicas (o Institute for Protein Design, o Salk Institute for Biological Studies e o END Fund), um grupo ambiental (The Nature Conservancy), duas organizações educacionais (Educate Girls e Waterford UPSTART) e o Centro de Polícia de Equidade, um grupo de justiça criminal.

Fonte: Business Insider

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.