Google vai dar mais informação de contexto aos resultados de uma busca

Google vai dar mais informação de contexto aos resultados de uma busca

Por Igor Almenara | 02 de Fevereiro de 2021 às 11h20
Google

O Google passará a descrever a origem e proposta de páginas apresentadas em pesquisas. A fim de otimizar o processo de descoberta de novos portais de notícias e plataformas de emprego, o buscador fornecerá um resumo prévio intitulado “Sobre este resultado” que descreve brevemente informações sobre o link apresentado.

É comum se deparar com páginas totalmente novas ao pesquisar sobre algum tópico no Google. Normalmente, essa característica do algoritmo do buscador leva o usuário a realizar uma nova pesquisa — esta para conferir a confiabilidade do site apresentado, tornando o acesso mais burocrático. Contornando essa necessidade, a plataforma de pesquisa para desktop, mobile e app para Android receberam uma nova janela, ainda em fase de testes, chamada “Sobre este resultado”.

A aba está localizada no canto superior direito de cada cartão que leva a portais de notícias. Ao apertá-lo, uma janela pop-up surge da parte inferior e exibe informações rápidas sobre o site: origem, propósito, confiabilidade na conexão e URL completa, coletados do link e da Wikipédia.

(Imagem: Reprodução/Google)

Por enquanto, a janela de descrição está em fase beta, indicando que o Google ainda estuda o impacto da seção na experiência de pesquisa. A empresa justifica ter optado pela Wikipédia por se tratar de um grande acervo de informações abertas e atualizadas, gerada pela colaboração de milhares de voluntários de todo o mundo.

Quando não houver dados relacionados ao cartão na enciclopédia virtual, a plataforma fornecerá a data em que o site foi indexado, o que pode ser útil para evitar golpes ou sites pouco confiáveis em pesquisas sobre assuntos do momento. Ademais, em todos os casos, a seção reitera que o link fornecido não se trata de uma propaganda ou resultado impulsionado.

Além de aparecer em portais de notícias, o “Sobre este resultado” também atua na procura por vagas no mercado de trabalho. Neste caso, a única resposta para cada um dos link apresentados é “Este site lista vagas de emprego de toda a internet”, sem fornecer maiores detalhes, mas servindo como “verificação” de autenticidade para este tipo de plataforma.

Por fim, em cada um dos resultados o Google mostrará se o endereço apresentado oferece conexão baseada no protocolo HTTPS. Se confirmada, a comunicação com o site é considerada “segura”.

Neste primeiro momento, o recurso será implementado em pesquisas feitas nos Estados Unidos. Não há previsão para o lançamento da ferramenta em outras regiões.

Fonte: Google

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.