Brasileiros recriam obras de arte roubadas em galeria de arte no metaverso

Brasileiros recriam obras de arte roubadas em galeria de arte no metaverso

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 27 de Junho de 2022 às 11h54
Reprodução/Compass

Uma empresa de tecnologia digital associada ao grupo UOL criou uma galeria de arte digital em realidade virtual para trazer de volta pinturas roubadas no mundo real. A Compass contou com uma equipe de artistas, designers e arquitetos da informação para construir o aplicativo Stolen Art Gallery, que apresenta obras perdidas da história.

Para garantir a imersão, o app é compatível com o Oculus Quest 2 e outros dispositivos de RV. A ideia é permitir que as pessoas possam apreciar quadros indisponíveis como Natividade, de Caravaggio, e Cristo na Tempestade no Mar da Galiléia, de Rembrandt.

A primeira foi roubada de um oratório na região da Sicília, na Itália, durante uma tempestade em 1969. Já a segunda pintura foi subtraída do Gardner Museum, em Boston, nos Estados Unidos, em 1990 — considerado até hoje o maior roubo de arte da história moderna.

Além dos já mencionados, há também pinturas de Paul Cézanne e Édouard Manet. No total, são cinco pinturas recriadas minuciosamente para o metaverso, com a possibilidade de expansão do acervo no futuro.

Uma galeria de arte imersiva

A galeria virtual funciona como um passeio tradicional a um museu físico, porém sem sair de casa. Os visitantes podem andar pela sala oval, analisar as belezas com zoom e até tocar (algo impossível nos museus físicos) em pinturas inacessíveis de gênios da arte.

Além disso, dá para interagir com outras pessoas, emitir suas impressões sobre as obras, compartilhar notas e comentários ou até ouvir histórias sobre o quadro — um assistente virtual com suporte a legendas faz o relato. O foco é criar uma experiência interativa não somente com as pinturas, mas com os demais amantes da arte.

Embora seja recomendado óculos de RV para desfrutar do poder de imersão, você pode conhecer as pinturas apenas na tela do celular. O aplicativo Stolen Art Gallery está disponível para iPhone (iOS), Android e na Meta Store (em breve) gratuitamente.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.