Inteligência Artificial transforma humanos em personagens anime

Inteligência Artificial transforma humanos em personagens anime

Por Nathan Vieira | 05 de Agosto de 2019 às 14h30

Os pesquisadores de uma empresa sul-coreana de edição de videogames chamada NCSoft (Aion: The Tower of Eternity, Lineage, Guild Wars, City of Heroes) desenvolveram uma tecnologia de inteligência artificial com o nome de AI-anime-convertor, cuja proposta é transformar os seres humanos em personagens de anime, com traços bem convincentes.

A técnica utilizada pelo programa para mudar os traços das pessoas se chama Generative Adversarial Networks (GANs), e consiste na absorção/no aprendizado de informações como imagens dos rostos de humanos e de animes, para a elaboração de novas amostras unindo esses traços.

A ideia de transformar pessoas em anime

A inteligência artificial une traços da pessoa com traços de anime (Foto: NCSoft)

O AI-anime-convertor foi desenvolvido especificamente por June Kim, Kim Minjae, Hyeonwoo Kang e Kwanghee Lee, funcionários da NCSoft. A empresa não só divulgou o código no Github (uma plataforma de hospedagem de código-fonte com controle de versão usando o Git, que permite que programadores, utilitários ou qualquer usuário cadastrado na plataforma contribuam em projetos privados de qualquer lugar do mundo) como também publicou a pesquisa na internet, para que todos pudessem acompanhar o raciocínio por trás de tudo.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

"Eu me inspirei em um trabalho chamado mapeamento de ativação de classe (CAM)", June Kim declarou por meio de um e-mail destinado à equipe da Vice. O CAM, segundo a descrição da pesquisadora, analisa uma imagem e a separa em camadas, usando pontos de interesse distintos para classificar os elementos mais importantes. Se uma rede neural treinada por CAM estiver olhando para uma imagem de um gato e um cachorro, por exemplo, verá que a pele é um traço muito semelhante ao usado para classificação, por isso usará os olhos ou orelhas do animal.

De acordo com o artigo publicado pela equipe da NCSoft, em que todo o trabalho é descrito, a empresa incorporou esses mapas de atenção em seu modelo, permitindo que as Generative Adversarial Networks se concentrassem em regiões importantes nas imagens e ignorassem as mais irrelevantes. Isso, adicionado a um algoritmo de normalização sofisticado que a equipe apelidou de Adaptive Layer-Instance Normalization (AdaLIN), é sinônimo de uma maneira confiável de criar um retrato de anime convincente de um ser humano.

Outras transformações

Os estudos da NCSoft não se limitaram a transformar apenas seres humanos (Foto: NCSoft)

Entretanto, June Kim e sua equipe não se limitaram a transformar apenas pessoas em personagens de anime. A mesma tecnologia também foi utilizada para a transformação de cavalos em zebras, quadros normais em pinturas ao estilo de VanGogh e gatos em cachorros. A técnica chegou a ser aplicada até mesmo na transformação de paisagens ou de construções. A ideia é que, se o internauta tiver um computador poderoso o suficiente para rodar o software, também vai ser capaz de transformar seu cão em um gato ou em um avatar de anime perfeito.

Fonte: Vice

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.