IBM cria computador com IA para debater com seres humanos

Por Patrícia Gnipper | 19 de Junho de 2018 às 17h35
photo_camera AP Photo
TUDO SOBRE

IBM

Siri e Alexa, que nada! A IBM acaba de revelar o Project Debater, computador que conta com inteligência artificial para enfrentar humanos em debates ao vivo. A máquina de 1,5 metro de altura tem um display similar ao de um televisor e conta com uma voz feminina, tal qual acontece com as assistentes de smartphones e speakers inteligentes.

O computador, resultado de um projeto que levou cinco anos para ser desenvolvido, é equipado com uma racionalidade tecnológica que seria semelhante à racionalidade humana, sendo, portanto, um adversário à altura em uma discussão acalorada.

A IBM fez sua primeira demonstração pública no início desta semana, colocando seu sistema contra dois debatedores profissionais de Israel — Noa Ovadia e Dan Zafrir. Entre os tópicos debatidos, estavam coisas como exploração espacial e telemedicina. No primeiro debate, sobre exploração espacial, o computador enfrentou Ovadia, apresentando argumentos de abertura, coletando informações em seu extenso banco de dados (incluindo notícias, estudos científicos e outras fontes) para, então, ouvir o contra-argumento do oponente humano. No final, o Project Debater passou quatro minutos refutando os contra-argumentos de Ovadia.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Este é o Project Debater (Foto: The Associated Press)

Após os debates, uma pesquisa mostrou que a maioria dos espectadores acreditou que o computador enriqueceu seus conhecimentos de maneira mais eficiente do que fizeram os competidores humanos, de acordo com a IBM. "Os pesquisadores da IBM estão explorando os limites da IA, ensinando os computadores a criar pontos de vista atraentes e melhor informados. O objetivo é criar um sistema que ajude as pessoas a tomar decisões baseadas em evidências quando as respostas não forem em preto-e-branco", declarou a empresa.

Um dos desafios, agora, é aprimorar a expressão verbal da máquina. "Os seres humanos tendem a ser melhores em usar linguagem mais expressiva, mais original. Eles trazem sua experiência pessoal como forma de ilustrar o ponto. A máquina não vive no mundo real", explicou um porta-voz da IBM.

O Project Debater, apesar de ainda não ter planos de se tornar um produto comercial, poderia ser útil para ajudar advogados a tomar decisões acertadas — e este é somente um exemplo de como esta máquina poderia ser aplicada em atividades do mundo real. Imaginem só um computador do tipo como mediador de um debate político em ano de eleições?

Fonte: FoxNews

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.