Publicidade

Como evitar que a Meta use suas imagens em Inteligências Artificiais

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 17 de Junho de 2024 às 10h48

Link copiado!

Mariia Shalabaieva/Unsplash
Mariia Shalabaieva/Unsplash

Existe uma alternativa para impedir que a Meta use suas imagens do Facebook e do Instagram para treinar os modelos de inteligência artificial da empresa. Para isso, é necessário abrir a política de privacidade da rede social e preencher um formulário para se opor ao uso dos conteúdos — vale lembrar que você tem até 26 de junho de 2024 para declarar oposição, então faça isso logo.

Como impedir que a Meta treine IA com suas imagens

A política de privacidade da Meta informa que o usuário tem o direito de se opor ao uso das informações compartilhadas nos serviços da empresa para o desenvolvimento de IA. 

Continua após a publicidade

O caminho mais rápido para acessar o formulário é pelo navegador:

  1. Acesse privacycenter.instagram.com/privacy/genai;
  2. Verifique se a conta do Instagram ou do Facebook está conectada ou faça login;
  3. Desça até a seção “Privacidade e IA generativa”;
  4. Clique na opção “direito de se opor”, destacada em azul;
  5. Preencha o formulário com país de residência, endereço de e-mail e o motivo do pedido;
  6. Pressione “Enviar”;
  7. Confirme o envio com um código de seis dígitos recebido por e-mail.

No campo “Conte-nos como esse processamento afeta você”, você pode informar que não deseja que a Meta use seus conteúdos para o treinamento de IA. Após o envio, o Instagram manda um e-mail para confirmar o recebimento e informar que analisa o pedido.

No Instagram, o caminho é o seguinte:

O Canaltech está no WhasApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia
  1. Acesse seu perfil no app;
  2. Toque no ícone de três barras;
  3. Selecione “Sobre”;
  4. Acesse “Política de privacidade”;
  5. Selecione o ícone de três barras na lateral direita;
  6. Abra “Outras políticas e artigos”;
  7. Acesse “Como a Meta usa informações para recursos e modelos de IA generativa”;
  8. Toque em “direito de se opor”, na categoria “Privacidade e IA generativa”;
  9. Preencha o formulário.

No Facebook:

  1. Abra o app do Facebook;
  2. Toque no menu lateral;
  3. Acesse “Ajuda e suporte” e selecione “Termos e políticas”;
  4. Pressione “Política de privacidade”;
  5. Abra o menu lateral e acesse “Outras políticas e artigos”;
  6. Entre em “Como a Meta usa informações para recursos e modelos de IA generativa”;
  7. Toque em “direito de se opor”, na categoria “Privacidade e IA generativa”;
  8. Envie o formulário.

Quais informações a Meta coleta para treinar IA?

Continua após a publicidade

A Meta explica na Política de Privacidade que coleta informações “compartilhadas nos produtos e serviços da Meta” para treinar os modelos de IA da empresa. Isso pode incluir:

  • Publicações postadas nas redes da Meta;
  • Fotos e legendas publicadas;
  • Comandos de texto enviados a uma IA da Meta.

A criadora do Facebook reforça que não usa o conteúdo de mensagens privadas para o treinamento, mas ainda pode coletar informações até de pessoas que não têm conta nas plataformas da empresa: isso pode ocorrer, por exemplo, quando uma pessoa aparece numa foto publicada nas redes ou tem informações mencionadas por outro usuário — dessa forma, o formulário é recomendável até para quem não usa as ferramentas com frequência e quer aumentar a privacidade.

Caso você não queira retirar suas informações do treinamento, a Meta informa que não tem um prazo para descartá-las: “mantemos os dados de treinamento pelo tempo necessário, caso a caso, garantindo que um modelo de IA funcione de maneira adequada, segura e eficiente. Também podemos mantê-los para proteger nossos interesses ou de outras pessoas, ou para cumprir para obrigações legais”, ressalta a empresa na política de privacidade.

Continua após a publicidade

Mesmo que você não se oponha ao uso dos dados, ainda é importante tomar alguns cuidados na hora de usar uma IA: evite informar dados pessoais para o chatbot, pois essas ferramentas podem passar por revisão manual, e não envie documentos confidenciais para análise.