Roupas feitas com algas serão tendência na moda no futuro

Roupas feitas com algas serão tendência na moda no futuro

Por Gustavo Minari | Editado por Douglas Ciriaco | 04 de Maio de 2021 às 13h40
Reprodução/Envato

Que tal seria vestir uma roupa resistente, durável e capaz de fazer fotossíntese? Parece estranho, mas essas são as principais características de um tecido feito à base de algas por cientistas da Universidade de Rochester, nos EUA. Os materiais vivos, produzidos por células biológicas, também podem ser usados em outras finalidades além da moda, como na medicina e na produção de energia.

Os pesquisadores utilizaram impressoras 3D e uma nova técnica conhecida como bioimpressão para dar vida aos novos tecidos. Com esse processo, eles conseguiram imprimir algas em materiais fotossintéticos vivos e altamente resistentes.

“A impressão tridimensional demonstrou ser uma tecnologia eficaz para a fabricação desses materiais que trazem muitos benefícios ambientais e podem ser aproveitados no mundo real, não apenas nos laboratórios”, diz a professora Anne S. Meyer.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Minirroupa feita à base de algas em impressoras 3D (Imagem: Reprodução/University of Rochester)

Confecção inspirada na natureza

O material fotossintético foi criado a partir de celulose bacteriana não viva resultante do excremento das bactérias. Esse tipo de celulose tem propriedades mecânicas como flexibilidade, tenacidade, resistência e capacidade de conservar a própria forma, mesmo depois de ser torcida ou esmagada.

A celulose bacteriana foi usada como papel para a impressora 3D, e microalgas vivas foram usadas pelos cientistas na fabricação da tinta. Juntos, esses dois componentes formaram um único material com as qualidades fotossintéticas das algas e a robustez da celulose bacteriana, que além de fácil de produzir é biodegradável.

“A natureza vegetal do material significa que ele pode usar a fotossíntese para se 'alimentar' por períodos de muitas semanas e também pode ser regenerado, já que uma pequena amostra dele pode ser cultivada para fazer novos materiais”, explica a professora.

Microalgas vivas funcionam como tinta (Imagem: Reprodução/University of Rochester)

A moda é ser útil

Os materiais feitos à base de algas são perfeitos para a produção de biovestimentas, com tecidos de alta qualidade, feitos de forma sustentável e totalmente biodegradáveis. Ao fazer parte do look diário das pessoas, eles ainda poderiam purificar o ar, capturando dióxido de carbono durante a fotossíntese. Como não precisariam ser lavados com tanta frequência quanto as roupas comuns, ajudariam também a reduzir o consumo de água.

Mas além dos benefícios para o mundo da moda, é possível utilizar os materiais fotossintéticos para produzir folhas artificiais, que usam a luz do sol para converter água e dióxido de carbono em oxigênio e energia, como fazem as folhas reais.

Folhas artificiais feitas de algas podem gerar energia (Imagem: Reprodução/Envato)

Essas folhas artificiais feitas de algas poderiam fornecer energia sustentável em locais onde as plantas reais encontram dificuldades para se adaptar e crescer, como em colônias espaciais. “Para criar folhas artificiais, nossos materiais pegam as melhores partes das plantas, sem a necessidade de usar recursos para produzir outras partes, como caules e raízes, que em vez de produzir, apenas consomem energia”, afirma Meyer.

Os materiais feitos com algas também poderiam auxiliar na criação de películas fotossintéticas para serem usadas como enxerto de pele. O oxigênio gerado durante a fotossíntese ajudaria no processo de cicatrização e até mesmo de cura de uma área danificada, sem a necessidade de curativos sintéticos.

Como podem ser fabricados rapidamente e em grande escala, os pesquisadores esperam que em um futuro próximo, além de fazer parte do nosso guarda-roupas, os materiais feitos com algas se transformem em matéria-prima sustentável presente em muitas outras aplicações.

Você usaria uma roupa feita à base de algas e que, além de estilosa, também fosse capaz de fazer fotossíntese?

Fonte: University of Rochester

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.