Rio começa a implementar sistema de iluminação inteligente

Por Claudio Yuge | 13 de Julho de 2020 às 22h20
Mobile Time

O conceito de smart cities está por aí há anos e nas últimas temporadas tem se tornado cada vez mais uma realidade no Brasil, graças aos avanços tecnológicos. O Rio de Janeiro é mais uma cidade a surfar nessa tendência e deu início ao projeto de modernização de sua iluminação pública, a partir de um sistema de lâmpadas inteligentes.

O investimento inicial é de R$ 1,4 bilhão e, em dois anos, deve trocar cerca de 500 mil luminárias de vapor de sódio por modelos de LED, que consomem metade da energia das antigas, com um total de 70% de cobertura com a nova rede. Com a novidade, a transmissão de dados deverá ser de baixo consumo de energia e longo alcance. No começo deste mês as primeiras 275 lâmpadas inteligentes do Rio foram instaladas no bairro de Madureira. Nas próximas semanas serão mais 25 mil luminárias e em breve haverá também a troca de 34,5 mil postes.

Novas lâmpadas prometem trazer economia imediata para a capital fluminense (Reprodução/Mobile Time)

O projeto inclui também a instalação de 10 mil câmeras de monitoramento; 5 mil pontos de acesso de WiFi público; 6 mil controladores semafóricos; e 4 mil bueiros inteligentes. No caso das câmeras e dos hotspots WiFi a conexão será por fibra óptica. Os bueiros inteligentes serão equipados com sensores para alertar as autoridades quando estiverem perto de entupir. Todos os dispositivos serão gerenciados em uma central que deve ser erguida nos próximos meses.

Cinco empresas fazem parte do consórcio Smart Luz: High-Trend, Green Luce, Arc, Salberg S.A. e Proteres Participações. E a previsão é de que, com a chegada do 5G no Brasil, essa nova iluminação pública sirva para aumentar a densidade das antenas das operadoras, melhorando a cobertura do sinal.

Fonte: Mobile Time  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.