Pavimento inteligente gera dados sobre o tráfego e se comunica com autoridades

Por Carlos Dias Ferreira | 03 de Setembro de 2018 às 07h24

Uma espécie de “pavimento inteligente” desenvolvido pela startup Integrated Roadways teve seus primeiros testes iniciados na semana passada. No caso, uma curva particularmente perigosa em uma rodovia na porção sul da cidade de Denver (Colorado, EUA) é a primeira a contar com funcionalidades como informações de tráfego em tempo real, acionamento automático de autoridades em caso de acidentes e até geração de multas de trânsito.

O monitoramento da Intagrated Roadways se baseia no posicionamento de sensores sob a via; os componentes, então, passam a enviar informações em tempo real sobre o tráfego, incluindo a velocidade, o peso e a direção dos veículos em circulação. As informações também poderão ser utilizadas por órgãos competentes para, por exemplo, reordenar o trânsito a fim de evitar congestionamentos, podendo indicar a um motorista o estacionamento mais próximo.

A instalação propriamente dita do pavimento, entretanto, ocorrerá apenas em 2019. Fruto de uma parceria com o Departamento de Transportes do Colorado (CDOT), o projeto teve um custo total avaliado em US$ 2,75 milhões.

Assista Agora: Gestor, descubra os 5 problemas que suas concorrentes certamente terão em 2019. Comece 2019 em uma nova realidade.

Parcerias com o setor privado

De acordo com o presidente executivo da Integrated Roadways, Tim Sylvester, o objetivo é instalar o pavimento e, em seguida, passar a cobrar taxas de outras empresas para que novos sensores e equipamentos sejam adicionados ao longo da estrada.

O CEO diz que a ideia é buscar interessadas entre companhias de telecomunicações, além de seguradoras, provedoras de serviços de internet e incorporadoras imobiliárias. Basicamente, qualquer novo empreendimento que possa se beneficiar de uma análise baseada no levantamento de padrões de trânsito em locais específicos.

Sylvester espera que a startup passe a gerar US$ 1 milhão anual por faixa atendida. Embora o produto instalado em Denver ainda seja razoavelmente mais caro do que o concreto normal — pelo menos duas vezes mais —, o executivo afirma que o preço deve diminuir conforme os aumentos na demanda.

Fonte: CBS Denver

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.