SAIU O RESULTADO DO SORTEIO DO PRÊMIO CANALTECH!CONFERIR
Publicidade

Nova bateria de estado sólido de longa duração armazena mais energia

Por| Editado por Luciana Zaramela | 14 de Dezembro de 2022 às 14h30

Link copiado!

Reprodução/NIST
Reprodução/NIST

Cientistas da Universidade de New South Wales em Sydney, na Austrália, desenvolveram um novo tipo de bateria de estado sólido capaz de armazenar energia com mais estabilidade, sem afetar o seu desempenho ou comprometer sua longevidade.

Segundo os pesquisadores, esse novo design possui um eletrodo positivo que retém todo seu volume após repetidos ciclos de carregamento, permitindo o desenvolvimento de baterias de estado sólido muito mais duráveis, seguras e eficientes do ponto de vista energético.

“O material é feito de titanato de lítio e dióxido de vanádio de lítio, moído em partículas nanométricas. Ao ser usado como eletrodo de bateria, este composto oferece alta capacidade e permite que os íons de lítio sejam inseridos e extraídos reversivelmente durante o carregamento e o descarregamento”, explica o professor Naoaki Yabuuchi, autor principal do estudo.

Continua após a publicidade

Desempenho superior

O novo material desenvolvido pelos cientistas foi testado em uma célula de bateria de estado sólido. Durante o experimento, o composto alcançou um desempenho impressionante, com uma capacidade de 300 mAh/g (miliampere hora por grama) sem qualquer tipo de degradação em mais de 400 ciclos de carga e descarga.

De acordo com os pesquisadores, a ausência de perdas nessa capacidade de armazenar eletricidade após vários ciclos de carregamento sugere que o material é mais estável e durável em comparação com outras baterias de estado sólido fabricadas atualmente.

Continua após a publicidade

“Outra vantagem é que essa descoberta pode reduzir drasticamente os custos das células de energia. O desenvolvimento de baterias de estado sólido práticas e de alto desempenho também pode levar ao surgimento de veículos elétricos mais avançados”, acrescenta o professor Neeraj Sharma, coautor do estudo.

Eletrodo refinado

Os cientistas planejam continuar refinando o eletrodo para adequá-lo às diversas baterias usadas em carros eletrificados, aumentando sua segurança, desempenho, vida útil e velocidade de carregamento, fatores que ainda emperram a popularização desse tipo de veículo.

Continua após a publicidade

Segundo a equipe do professor Yabuuchi, essas baterias de estado sólido representam um avanço significativo para o desenvolvimento de novas tecnologias, capazes de mudar completamente a forma como a indústria automotiva enxerga o processo de eletrificação de seus produtos.

“Essa descoberta pode reduzir drasticamente os custos da bateria. Além disso, no futuro, poderemos carregar totalmente um veículo elétrico em apenas cinco minutos para percorrer distâncias muito maiores e por muito mais tempo”, encerra o professor Neeraj Sharma.

Fonte: Universidade de New South Wales