Natura vai lançar tecnologia que mostra dano no cabelo em tempo real

Por Wagner Wakka | 31 de Março de 2019 às 13h00
Divulgação/Natura

A Natura anunciou na última segunda-feira (25) um dispositivo voltado para analisar a qualidade do cabelo das clientes em tempo real. A empresa quer mostrar para elas o quanto maltratar o corpo pode causar danos aos fios.

O diagnóstico é feito com um aplicativo simples e com um questionário sobre hábitos de alimentação e cuidados. Em seguida, o usuário precisa tirar uma foto do cabelo e o app faz a análise. Contudo, isso não é tão simples assim. A Natura está desenvolvendo uma lente portátil que pode ser acoplada ao smartphone do usuário em uma combinação que permite analisar as mechas com fios ampliados. O conjunto se assemelha ao que é feito com um microscópio. Assim, o usuário prende parte dos fios a a lente e o aplicativo fazem o resto.

Segundo comunicado da companhia, o desenvolvimento do produto passa por anos de aperfeiçoamento. "O aplicativo armazena as imagens e as respostas das consumidoras, envia os dados para análise em nuvem e ao final recomenda produtos. Para tudo isso acontecer, trabalhamos por mais de 5 anos e temos uma experiência de 18 mil imagens de fios de cabelos analisadas e armazenadas em nossos laboratórios", conta Daniel Gonzaga, diretor de Inovação em Produtos da Natura.

Como o sistema funciona por machine learning, a empresa precisou mostrar milhares de exemplos de cabelos para que a inteligência artificial pudesse ser treinada para identificar imperfeições e oferecer um diagnóstico preciso.

Após a avaliação em tempo real da saúde dos fios, o aplicativo indica quais são os produtos da Natura mais adequados para cada consumidor, de acordo com o dano do cabelo.

"O desenvolvimento da solução faz parte da estratégia de transformação digital da Natura, que busca dar instrumentos para que as consultoras de beleza ofereçam serviços cada mais diferenciados para os consumidores, por meio de novas tecnologias desenvolvidas in-house. Gerar experiências que tragam valor para o serviço de consultoria é fundamental", afirma Luciano Abrantes, diretor de Inovação Digital da Natura.

Por enquanto, o produto ainda não está disponível para o mercado, mas está em fase final de testes e deve chegar em breve ao consumidor. O produto tem como público-alvo os revendedores, sendo que a empresa hoje conta com 1,7 milhão deles em regime de venda direta no país.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.