Cientistas desenvolvem nanorrobôs capazes de reduzir tumores e combater o câncer

Por Natalie Rosa | 20 de Fevereiro de 2018 às 10h31
Reprodução/ASU Biodesign Institute

Cientistas da Universidade do Arizona, em parceria com o Centro Nacional de Nanociência e Tecnologia da Academia Chinesa de Ciências, acabam de concluir a programação de nanorrobôs capazes de encolher o tamanho de tumores apenas bloqueando o fluxo sanguíneo a eles.

As pesquisas se iniciaram há cinco anos e, segundo Baoquan Ding, professor da NCNST, em Pequim, os nanorrobôs são capazes de carregar cargas moleculares responsáveis pelo bloqueio de fornecimento de sangue aos tumores, como coágulos, provocando a morte de seus tecidos e, consequentemente, os encolhendo. Tudo isso acontece sem danificar células saudáveis.

Os testes ainda não foram realizados em seres humanos, mas os resultados dos procedimentos em ratos e miniporcos foram positivos, não havendo evidências de efeitos colaterais, como acidentes vasculares.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Para Hao Yan, um dos cientistas responsáveis pela pesquisa, os nanorrobôs são um grande avanço para a aplicação da nanotecnologia no tratamento do câncer. "As combinações de diferentes nanorrobôs podem ajudar a atingir o objetivo final da pesquisa sobre o câncer: a erradicação de tumores sólidos e metástases vascularizadas", relata.

A nanotecnologia vem atuando em benefício de pesquisas e estudos médicos, principalmente relacionados à medicina.

Fonte: Arizona State University

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.