Project Silica | Microsoft cria peça de vidro para o armazenamento de dados

Por Natalie Rosa | 04 de Novembro de 2019 às 22h20
Divulgação: Microsoft
Tudo sobre

Microsoft

Saiba tudo sobre Microsoft

Ver mais

A Microsoft acaba de apresentar um novo conceito de armazenamento de dados em vidro, em parceria com a Warner Bros, chamado Project Silica. Para apresentar a novidade, a companhia armazenou em um pedaço de vidro uma cópia do filme Super-Homem, de 1978.

Medindo apenas 75 x 75 x 2mm, o projeto faz parte de um alto investimento da Microsoft no desenvolvimento de tecnologias para o futuro da plataforma Azure. Satya Nadella, CEO da Microsoft, revelou na conferência Ignite, nesta segunda-feira (4), que a peça foi feita com vidro de quartzo comum, que foi fervido, assado e arranhado para testes de resiliência física.

O Project Silica busca desenvolver uma forma de armazenar dados em uma mídia física que não se desgaste com o tempo, como já vivenciamos com disquetes e CD's. Tudo isso também deve ser o mais acessível e econômico possível, sendo usado também por outros estúdios além da Warner Bros.

Imagem: Divulgação/Microsoft

Para fazer a gravação de informações no vidro, a Microsoft está usando lasers infravermelhos para a codificação dos dados em voxel, que são pixels tridimensionais exibidos em uma tela. Assim, os dados são gravados dentro do vidro e podem ser lidos graças a algoritmos de aprendizado de máquina.

Imagem: Divulgação/Microsoft

O projeto ainda está em desenvolvimento e todas as informações estão disponíveis online para consulta. Se tudo der certo, logo teremos uma nova opção de armazenamento digital em pequenos pedaços de vidro, possivelmente indestrutíveis.

Fonte: The Verge via Microsoft

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.