Manter o computador ligado o tempo todo: vantagens e desvantagens

Por Sérgio Oliveira | 14.08.2015 às 14:33

Esta certamente é uma das questões mais debatidas da história da informática: deixar o computador ligado o tempo inteiro mesmo que ele não esteja em uso ou desligá-lo sempre que finalizar uma atividade?

Seguramente muita gente ouviu dos pais que a melhor alternativa é desligar a máquina quando ela não estiver em uso para, assim, economizar energia. No entanto, muita coisa mudou desde a época em que muitos de nós tivemos o primeiro contato com computadores até agora, e atualmente há uma série de argumentos para responder a essa questão. No fim das contas, tudo depende de como e qual a frequência que você utiliza o seu PC.

Para ajudá-lo a decidir o que é melhor para você e sua máquina, vamos dar uma olhada nas vantagens e desvantagens de manter o computador ligado o tempo todo.

Vantagens de sempre manter o computador ligado

São inúmeros os motivos apontados pelos adeptos dessa prática e eles não se resumem apenas a uma maior agilidade na hora de utilizar máquina, mas também ao fato de manter a máquina sempre atualizada e em dia com os backups.

Conveniência

Não resta dúvidas de que esse é o principal motivo para deixar o computador ligado o tempo todo. Ao contrário do que acontece quando desligamos nossa máquina, aqui não há necessidade de esperar pela inicialização do sistema, bastando ligar o monitor para utilizar o computador instantaneamente.

Normalmente, um computador mediano leva cerca de 1 minuto para inicializar e exibir a tela da área de trabalho do sistema operacional. Se o usuário tiver um punhado de programas instalados que iniciam junto com o sistema, esse tempo pode subir consideravelmente, tornando a espera uma eternidade. Portanto, manter o computador ligado elimina essa espera.

O principal argumento utilizado por quem deixa o computador sempre ligado é que ele está sempre pronto para ser usado, bastando ligar o monitor ou abrir a tampa do notebook

O principal argumento utilizado por quem deixa o computador sempre ligado é que ele está sempre pronto para ser usado, bastando ligar o monitor ou abrir a tampa do notebook (Imagem: Reprodução)

Os mais preocupados com a conta de energia no fim do mês podem optar por sempre deixar o computador dormindo, o que não só agiliza a inicialização do sistema, como também mantém todos os arquivos e programas abertos previamente intactos.

No fim das contas, o que importa de verdade são as configurações do seu computador. Por exemplo, caso ele tenha um SSD instalado, o tempo de inicialização será sensivelmente inferior, o que pode fazer esse argumento cair por terra.

Computador sempre atualizado

Manter um computador sempre atualizado requer paciência e trabalho. Isso porque atualizações, rotinas de backup e varreduras antivírus devoram o poder de processamento do computador e sobrecarregam o disco rígido, inviabilizando seu uso.

Dito isso, o ideal é que todas essas tarefas sejam agendadas para o período da madrugada, quando a maioria das pessoas está longe do computador. Ao fazer isso, você não só mantém tudo em ordem, como também evita aborrecimentos com queda de desempenho.

Utilizar o agendador de tarefas do sistema operacional é uma excelente opção para fazer com que atividades que estressam a máquina sejam executadas durante a madrugada

Utilizar o agendador de tarefas do sistema operacional é uma excelente opção para fazer com que atividades que estressam a máquina sejam executadas durante a madrugada (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira)

Sempre acessível

Manter o computador ligado o tempo todo também permite que você tenha acesso a ferramentas, documentos e programas a partir de outros locais utilizando programas de acesso remoto.

Com isso, evita-se a frustração de ter esquecido um arquivo importante que não estava num Dropbox da vida e que precisa estar com você no trabalho, por exemplo. Mantendo o PC ligado, basta abrir o programa de acesso remoto no smartphone, tablet ou estação de trabalho e transferir o que falta sem problemas.

Aplicativos como o TeamViewer tornam possível o acesso remoto ao seu computador pessoal, o que é extremamente interessante para os casos em que você esquece um arquivo importante que deveria levar para o trabalho

Aplicativos como o TeamViewer tornam possível o acesso remoto ao seu computador pessoal, o que é extremamente interessante para os casos em que você esquece um arquivo importante que deveria levar para o trabalho (Imagem: Reprodução)

Desvantagens de sempre manter o computador ligado

É bem provável que você desliga todo e qualquer aparelho elétrico depois que termina de usá-lo em casa, certo? Então aqui estão alguns motivos de por que você deve fazer o mesmo com seu computador.

Vida útil dos componentes

Não importa se os componentes do seu computador são "xing-ling" ou tops de linha, uma coisa é certa: eles têm um prazo de vida útil. Ou seja, quando esse prazo esgotar, ele simplesmente deixará de funcionar.

Por exemplo, o monitor que você está usando para ler este texto tem uma vida útil de aproximadamente 10 mil horas. A bateria do notebook que você pode estar usando neste exato momento tem uma vida útil de cerca de 300 ciclos de carga, enquanto o SSD em que você armazena seus arquivos funcionará muito bem até mais ou menos 1 Petabyte de informação gravada. Após esses prazos, eles podem começar a apresentar problemas e a substituição pode ser iminente.

Querendo você ou não, manter o computador sempre ligado irá abreviar a vida útil dos seus componentes, o que pode antecipar o surgimento de problemas que poderiam aparecer mais a frente

Querendo você ou não, manter o computador sempre ligado irá abreviar a vida útil dos seus componentes, o que pode antecipar o surgimento de problemas que poderiam aparecer mais à frente (Imagem: Reprodução)

A bem da verdade, é muito provável que você irá trocar de computador bem desses prazos expirarem. Apesar disso, deixar o computador sempre ligado fará com que esses componentes estejam sempre sob estresse, gerando calor constante e abreviando sua vida útil.

Maior gasto com energia

Esse certamente foi o primeiro argumento que você ouviu na vida a favor de desligar o computador quando ele não está sendo usado. Apesar disso ter soado como verdade universal há alguns anos, atualmente é necessário analisar o quanto de energia efetivamente um computador consome em estado ocioso.

De acordo com um levantamento feito pela Universidade da Pensilvânia, nos EUA, um iMac de 21,5 polegadas (modelo 2012) consome cerca de 56 watts de energia em consumo moderado. Essa taxa reduz para 44W após o computador passar 5 minutos ocioso e despenca para 18W quando o monitor é desligado. Quando colocado para dormir, o consumo vai para apenas 1W, que corresponde ao mesmo nível de quando o computador está desligado conectado na tomada.

Preocupação recorrente, sobretudo em tempos de conta de energia mais cara, desligar o computador pode ser uma boa alternativa para poupar no final do mês

Preocupação recorrente, sobretudo em tempos de conta de energia mais cara, desligar o computador pode ser uma boa alternativa para poupar no final do mês (Imagem: Reprodução)

Portanto, fica evidente que é necessário desligar o computador e tirá-lo da tomada para efetivamente economizar alguma energia, já que deixá-lo desligado e conectado à parede afetará a conta no fim do mês tanto quanto deixá-lo dormindo.

Risco de picos de energia e curto-circuitos

Surtos elétricos e curto-circuitos são raros de acontecer, mas geralmente danificam os componentes eletrônicos dos computadores quando ocorrem. Geralmente causados por trovões, esses eventos também podem surgir durante a utilização de algum produto elétrico que demanda uma grande quantidade de energia. Dependendo do evento, não apenas os componentes mais sensíveis do computador serão danificados, como a maioria dos eletroeletrônicos conectados à rede elétrica da sua casa.

Para evitar qualquer tipo de problema dessa natureza, o ideal é adquirir um dispositivo de proteção contra surto elétrico, como um bom filtro de linha.

Embora mais raros, problemas causados por surtos de energia e curto-circuitos ainda podem ocorrer

Embora mais raros, problemas causados por surtos de energia e curto-circuitos ainda podem ocorrer (Imagem: Reprodução)

No caso de curto-circuitos, a prevenção pode ser feita utilizando no-breaks, que mantêm tudo funcionando mesmo com o corte repentino do fornecimento elétrico. Apesar de cumprirem o que propõem, esses dispositivos são caros demais para o uso doméstico.

Reinicializações melhoram o desempenho

Há algum tempo, os próprios fabricantes de computador recomendavam a reinicialização periódica da máquina para evitar travamentos inesperados.

Essa realidade já não existe há anos, sobretudo porque os sistemas operacionais modernos conseguem lidar bem com seus recursos, limpando o cache da memória e do disco rígido de tempos em tempos e abrindo espaço para que o computador permaneça ligado ininterruptamente sem queda de desempenho.

Apesar disso, a reinicialização da máquina ainda é a principal forma de resolver alguns inconvenientes do dia-a-dia. Desde um programa que empaca e não quer abrir por nada no mundo, até uma impressora que simplesmente parou de funcionar, uma reiniciada rápida é capaz de por tudo de volta nos trilhos.

Reiniciar ou desligar o computador de tempos em tempos ainda é a melhor alternativa para evitar o surgimento de pequenos problemas que não só afetam os usuários, como também os irritam

Reiniciar ou desligar o computador de tempos em tempos ainda é a melhor alternativa para evitar o surgimento de pequenos problemas que não só afetam os usuários, como também os irritam (Imagem: Reprodução)

Portanto, desligar o computador ao fim do dia faz com que todo o sistema se livre desses probleminhas e esteja pronto para recomeçar o trabalho no dia seguinte.

Silêncio

Esse argumento é utilizado principalmente por aquelas pessoas que têm o computador instalado no quarto e/ou têm o sono leve o suficiente para se incomodar com o barulho das ventoinhas e disco rígido.

O único caso em que isso não incomoda é quando se tem um notebook sem ventoinhas e equipado com unidades SSD. Mesmo assim, quem possui aqueles gabinetes enormes dentro do quarto certamente não está disposto a gastar dinheiro numa máquina desse tipo só para poder deixá-la ligada durante a noite.

Pessoas com sono mais leve podem se incomodar com o barulho das ventoinhas e do disco rígido do computador durante a madrugada. Nesse caso, o melhor mesmo é desligar a máquina para ter uma noite tranquila

Pessoas com sono mais leve podem se incomodar com o barulho das ventoinhas e do disco rígido do computador durante a madrugada. Nesse caso, o melhor mesmo é desligar a máquina para ter uma noite tranquila (Imagem: Reprodução)

Afinal de contas, o que fazer?

Com tantos argumentos assim, é possível dizer que a decisão de manter o computador ligado permanentemente vai mais do gosto e da necessidade de cada um. Não há necessidade alguma de ligar e desligá-lo várias vezes durante o dia, bem como não há mal algum deixar uma varredura antivírus em execução durante a madrugada. Do mesmo modo, reinicializações esporádicas são bem-vindas e ajudarão a máquina a manter tudo em ordem, longe de problemas e bugs que podem irritar muita gente.

Caso você vá viajar, de modo a não utilizar o PC por alguns dias, certamente a melhor opção é não só desligá-lo, como também puxar a tomada da parede. Todavia, se você o utiliza todo santo dia, talvez mantê-lo sempre ligado seja bastante pertinente para agilizar as coisas.

E você? Mantém o computador ligado o tempo todo ou prefere desligá-lo quando não está por perto? Comente na caixa dos comentários aqui embaixo e conte para a gente o porquê.