Como atualizar o firmware do seu roteador

Por Daniel Netto
photo_camera BRUNO HYPÓLITO / CANALTECH

Se existisse uma lista com as tarefas mais assustadoras para quem está iniciando no mundo da tecnologia da informação, é bem provável que as atualizações de firmware estivessem bem perto do topo (logo atrás das de BIOS).

De fato, as atualizações de firmware são procedimentos delicados e com um alto potencial de "brickar" o aparelho, caso realizadas de maneira incorreta. No entanto, já faz um tempo que estações de solda e maquinas especiais de gravação deixaram de ser requisitos para realizar uma atualização. Além disso, nos últimos anos, as fabricantes de roteadores se empenharam em não somente simplificar a tarefa de atualização, mas também, torná-las mais seguras.

Antes de colocarmos a mão na massa, devemos revisar alguns conceitos:

O Firmware

De uma forma geral, o termo "firmware" é empregado para designar a porção de software que regula o funcionamento de dispositivos embarcados, como os HDs/SSDs, leitores e gravadores de CDs/DVDs/Blu-Rays, placas de rede, controladoras de disco etc.

Para ficar mais claro, vamos tomar como exemplo os HDs/SSDs. Quando clicamos no botão "salvar" de um processador de textos, é o sistema operacional que dispara o comando de gravação. No entanto, uma vez que a ordem chega ao HD/SSD, é o seu firmware que decide como, quando e onde aqueles bytes serão gravados no dispositivo.

Sabendo disso, podemos concluir que, apesar de também ser um programa, o firmware opera em uma camada muito mais próxima ao hardware (baixo nível), do que os softwares comuns.

Agora, quando falamos de roteadores domésticos, o termo "firmware" talvez não seja o mais apropriado, pois a esmagadora maioria dos arquivos de atualização disponibilizados pelos fabricantes não é exatamente firmware, mas sim, uma nova versão do sistema operacional do roteador, que geralmente é baseado em Linux. Sim, o seu roteador roda Linux!

Portanto, atualizar o "firmware" do seu roteador não passa de uma atualização de sistema operacional e seus programas, como o servidor web responsável pela página de administração, drivers das placas de rede etc. Nada muito diferente do que você já está acostumado a fazer com o seu computador ou smartphone.

O Procedimento

Por motivos óbvios, seria impossível incluir neste artigo as instruções especificas de cada um dos modelos de roteadores existentes. Desta forma, vamos mostrar para o leitor alguns passos básicos, que se já não forem o suficiente para realizar a atualização, pelo menos mostrarão por qual caminho seguir.

O leitor deve se certificar de ter os seguintes itens em mãos:

  • Modelo;
  • Versão do hardware (se houver);
  • Endereço IP;
  • Usuário e senha para autenticação na interface web;
  • Manual do roteador.

Aqui vale ressaltar que, antes de qualquer coisa, é imprescindível que você leia o manual, pois é nesse documento que todas as particularidades do seu equipamento estarão descritas (ou pelo menos deveriam). O procedimento de atualização é bastante simples e consiste basicamente de três etapas:

  1. Utilizar o modelo e a versão de hardware para baixar o arquivo de atualização do site do fabricante;
  2. Com o endereço IP e as credenciais do administrador, acessar a interface de gerenciamento;
  3. Na página especifica para atualização, realizar o upload do arquivo.

Lembrando que esses passos são genéricos e alguns equipamentos podem precisar de mais etapas, ou até mesmo menos, pois existem roteadores que permitem verificar e aplicar as atualizações com dois cliques, diretamente da interface de gerenciamento web.

Agora que o leitor já sabe o que estamos atualizando e qual deve ser o procedimento, podemos partir para o exemplo.

ASUS RT-13UN

Como já dissemos, o primeiro passo deve ser a coleta de informações do roteador. O modelo e a versão de hardware são os mais fáceis de serem obtidos, pois todos os roteadores contam uma etiqueta, geralmente na base do aparelho, com esses dados impressos.

Atualização_Firmware_ASUS-RTN13U-B1

Modelo RTN13U, versão de hardware B (Foto: ASUS)

No Windows, o endereço IP do roteador corresponde ao "Gateway Padrão" e geralmente é 192.168.0.1 ou 192.168.1.1. Esse endereço pode ser conferido via linha de comando ou pela interface gráfica.

No primeiro caso, digite "cmd" no menu iniciar e quando o Prompt de Comando abrir, digite ipconfig.

Gateway_Padrão_Windows_7

No Windows, o Gateway Padrão geralmente assume o endereço do roteador.

Se o leitor preferir a interface gráfica, acesse "Painel de controle > Rede e Internet > Central de Rede e Compartilhamento > Alterar as configurações do adaptador". Clique com o botão direito do mouse sobre a Conexão local, selecione a opção "Status" e depois "Detalhes...".

Gateway_Padrão_Windows_7

Também é possivel descobrir o endereço do roteador por meio da interface gráfica do Windows.

Agora, só falta as credenciais (usuário e senha) do administrador. Se o leitor não tem a mínima ideia de quais sejam, bom...isso é um mau sinal. Você pode tentar utilizar as credenciais padrão, que geralmente ficam na mesma etiqueta que encontramos o modelo e a versão de hardware, ou ainda, no manual. Se funcionar, isso também é um mau sinal! Certifique-se de trocar a senha imediatamente! Caso o leitor não consiga descobrir as credenciais de acesso, só resta restaurar as configurações de fábrica do roteador (veja o procedimento no manual). Entretanto, isso pode significar ficar sem internet, principalmente para os usuários de ADSL (Speedy), que não saibam todos os dados de conexão.

Primeira etapa

Agora, o leitor pode então visitar o site do fabricante, que no caso dos roteadores ASUS é www.suporteasus.com. Ao acessar a seção de downloads do site de suporte, digite o modelo do seu roteador no campo de pesquisa. Neste ponto, saber a versão de hardware é muito importante.

ASUS_Support_Site_RTN13U-B

Saber o versão de hardware correta do seu roteador é muito importante!

Quando o leitor acessar a página especifica do produto, procure pela seção "drivers/controladores & ferramentas". No caso da ASUS, antes de baixar o firmware é preciso selecionar um sistema operacional. Basta escolher a opção mais adequada ao seu caso e a lista com os firmwares disponíveis será finalmente exibida.


Lista com os firmwares disponíveis para o roteador ASUS RT-N13U.

Como precaução nunca é demais (principalmente se você tiver apenas um roteador), gaste alguns minutos pesquisando o número de versão do firmware na internet antes de baixá-lo. Assim, você pode verificar se há relatos de problemas e evitar muitas dores de cabeça. Quando o download terminar, será preciso descompactar o ZIP para extrair o arquivo do firmware (extensão .trx).

Segunda etapa

Digite o endereço IP do roteador na barra de endereços do seu navegador e, quando solicitado, preencha os campos com as credenciais do administrador.

ASUS_RTN13U_Interface_Web

Digite as credenciais do usuário administrador.

Na página "Configurações Avançadas > Administração > Atualização de Firmware", verifique qual é a versão atual do firmware do seu roteador. Se for mais antiga do que a disponível no site do fabricante, prossiga com a atualização.

Sempre verifique a versão atual do firmware do seu roteador.

Terceira etapa

Clique em "Selecionar arquivo..." e navegue até o diretório onde o arquivo .trx está. Agora, basta clicar no botão "Upload" e aguardar o termino do processo .

ASUS_RTN13U_Firmware_Upload

Aguarde o término do processo.

Pronto, o firmware do seu roteador está atualizado!

ASUS_RTN13U_Firmware_Atualizado

Para os leitores mais curiosos, avisamos que não há necessidade de se prender ao firmware original, oferecido pelo fabricante. Existem várias distribuições Linux, gratuitas e Open Source, especificas para roteadores domésticos, como o DD-WRT, OpenWrt e Tomato. Além é claro, das distribuições que transformam um PC em roteador (pfSense e Untangle). Mas isso é conversa para outro artigo!