Hackers organizam ciberataque global e atingem mais de 200 mil switches

Por Ramon de Souza | 09 de Abril de 2018 às 16h22
The Hacker News

Um ataque cibernético de origem desconhecida abalou 200 mil switches de rede na tarde do último sábado (7). Os criminosos, que alegam ser dos Estados Unidos, exploraram uma vulnerabilidade em equipamentos desatualizados da Cisco e exibiram, na tela dos computadores conectados, uma bandeira dos EUA e a mensagem “Não mexam com nossas eleições”. Ao que tudo indica, a investida não rendeu vazamentos ou roubos de informações sensíveis, tendo servido apenas como forma de protesto.

Quem anunciou o ataque pela primeira vez foi o Ministério de Comunicação e Tecnologia da Informação do Irã, país que contabilizou 3,5 mil switches comprometidos durante o golpe. Curiosamente, a região estadunidense foi a que mais sofreu com tal ação, tendo 55 mil equipamentos invadidos; em segundo lugar vem a China, onde 14 mil aparelhos caíram nas mãos dos hackers. Também foram identificados focos de invasão na Europa e na Índia, mas com uma incidência menor de infecções.

Ao site Motherboard, os atacantes (se comunicando de forma anônima) afirmaram que o objetivo era protestar contra a Rússia e suas supostas interferências na eleição dos Estados Unidos. De fato, uma das vítimas foi a Rússia, mas diversos outros países foram pegos no fogo cruzado.

Assista Agora: Nunca mais contrate funcionários para sua empresa! Comece o ano em uma realidade completamente diferente!

Fonte: Engadget

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.