Hackers invadem redes sociais da NFL e de mais 15 equipes da liga

Por Felipe Ribeiro | 30 de Janeiro de 2020 às 12h19

Às vésperas de mais um Super Bowl, a grande final da NFL (National Football League), 15 equipes da liga, incluindo as duas finalistas do certame, o San Francisco 49ers e o Kansas City Chiefs, e a própria associação tiveram suas contas do Twitter e Facebook hackeadas. A autoria do ataque é do grupo criminoso OurMine, que, vejam só, disse que era para mostrar que a segurança da internet "ainda estava baixa" e precisa de melhorias.

"Assim que fomos informados sobre o problema, bloqueamos as contas comprometidas e estamos trabalhando em estreita colaboração com nossos parceiros da NFL para restaurá-los", disse o Twitter em comunicado. Muitas contas tiveram a mesma mensagem publicada: "Olá, estamos de volta. Estamos aqui para mostrar às pessoas que tudo é 'hackeavel'".

O OurMine, que hoje tem sede em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, disse à BBC que chegou a oferecer seus serviços para a NFL como forma de aumentar a segurança das informações e da rede da liga, mas não recebeu resposta. Essa "estratégia" já foi utilizada pelo grupo com outras empresas e pessoas, para que, no fim, eles fossem contratados. Entre as vítimas estão Netflix, Marvel, Sundar Pichai, Jack Dorsey, Buzzfeed e inúmeras contas do YouTube e do Facebook.

Imagem: BBC

Como ocorreu?

O primeiro ataque ocorreu no início da manhã de domingo (26), com o tradicional Chicago Bears. Um post na conta do Twitter da franquia disse que ela havia sido vendida a uma autoridade da Arábia Saudita. Mais tarde, um outro tuíte falava que a equipe estava trocando um grande jogador do elenco por apenas US$ 1.

Imagem: BBC

As contas invadidas foram do Kansas City Chiefs, Green Bay Packers, Dallas Cowboys, Denver Broncos, Indianapolis Colts, Houston Texans, Houston Texans, New York Giants, Philadelphia Eagles, Philadelphia Eagles, Tampa Bay Buccaneers, Los Angeles Carregadores, San Francisco 49ers, Cleveland Browns, Arizona Cardinals e Chicago Bears - além da própria NFL.

Fonte: BBC

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.