FBI agora é responsável por investigações de crimes cibernéticos

Por Redação | 26 de Julho de 2016 às 21h16

Nesta terça-feira (26), o presidente norte-americano Barack Obama anunciou que a partir de agora o FBI está na linha de frente nas investigações de crimes cibernéticos, revelando a nova política dos Estados Unidos sobre o tratamento dos ataques hackers. A novidade vem como resposta à polêmica dos supostos hackers russos que atacaram os servidores do Comitê Nacional do Partido Democrata, roubando milhares de e-mails.

"Assim como acontece com o terrorismo, já que nem sempre está claro quem é o autor, o FBI vai assumir a liderança", disse Lisa Monaco, assistente do presidente para a Segurança Interna e Contraterrorismo, durante seu discurso na Conferência Internacional sobre Segurança Cibernética.

A iniciativa tem como objetivo esclarecer a hierarquia entre os órgãos responsáveis pelas investigações, já que anteriormente as respostas entre as várias agências não estavam delimitadas: "A escala da nossa resposta será baseada em uma avaliação dos riscos apresentados por um incidente cibernético [...]. Como isso pode afetar nossa segurança ou economia nacional? Será que ameaçam a vida ou a liberdade do povo americano?", indagou Monaco.

Dessa forma, percebe-se que cada órgão será responsável pela segurança, variando seu posicionamento de acordo com a gravidade dos ataques. Segundo as informações, o FBI terá como foco lidar com ameaças e crimes que possam interferir na segurança dos Estados Unidos. Ainda sobre a nova organização, Obama afirmou que empresas e instituições que tenham sido atingidas por ataques cibernéticos também poderão receber ajuda do Departamento de Segurança Interna, que vai ajudar as vítimas a lidar com os impactos dos ataques.

Fonte: BGR

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.