Anonymous ameaça revelar identidade dos membros da Ku Klux Klan

Por Redação | 30.10.2015 às 11:19

O grupo de hackers Anonymous está ameaçando revelar a identidade de cerca de 1.000 membros da Ku Klux Klan, organização racista fundada em 1865 que prega a supremacia branca e impede a integração e os direitos dos negros. Depois de terem hackeado a conta do Twitter da organização racista na chamada "Operação KKK", os hackers afirmaram que irão revelar os nomes em novembro. Além da revelação das identidades, a ação dos hackers também tem como objetivo derrubar sites e contas de redes sociais que estejam afiliadas à Ku Klux Klan.

O Anonymous colocou uma enquete para o público no Twitter para que fosse escolhido entre a exposição das identidades ou não. Existe ainda uma outra enquete que pergunta se os membros da KKK "devem atuar como policiais, políticos, servidores públicos ou representantes do governo".

A "Operação KKK" teve início no ano passado, quando a justiça norte-americana inocentou o policial Darren Wilson, que matou o jovem negro Michael Brown, de 18 anos, que estava desarmado. A decisão da justiça gerou várias manifestações violentas e a Ku Klux Klan ameaçou utilizar força letal contra os manifestantes. Com essa declaração, o grupo Anonymous prometeu ações cibernéticas contra o grupo terrorista.

Em comunicado à imprensa, o grupo de ciberativistas ameaçou a organização e prometeu não parar os ataques. "Ku Klux Klan, nós nunca paramos de te vigiar. Sabemos quem vocês são. Nunca dissemos que atacaríamos uma única vez", afirmou o grupo. "Vocês mexeram com a nossa família e agora nós vamos mexer com a sua", finalizou.

Fonte: NBC

Fonte: http://boingboing.net/2015/10/29/anonymous-threatens-to-dump-re.html