Coreia do Norte é acusada de atacar sistema bancário da Coreia do Sul

Por Redação | 20 de Março de 2013 às 17h45

As redes de computadores de muitos bancos e emissoras de TV sul-coreanos foram afetadas por um ataque virtual na manhã desta quarta-feira (20). O ataque paralisou os caixas eletrônicos e o atendimento em agências de todo o país, e mais de seis horas após iniciado o blecaute no sistema bancário, muitas agências ainda não tinham seus sistemas normalizados. As informações são do TG Daily.

A autoria do ataque não foi reivindicada por nenhuma pessoa ou grupo, mas muitos representantes do governo sul-coreano acreditam que os ataques foram originários da Coreia do Norte. O vizinho do norte é suspeito de espalhar um malware poderoso pelo mundo, visando afetar instituições importantes. Além disso, o país vive um conflito político e belicoso com a Coreia do Sul.

O malware usado aparentemente para atacar o sistema bancário do país prejudicou computadores e destruiu a sua capacidade de reinicialização. Algumas pessoas relataram terem visto uma imagem de uma caveira na tela do computador antes dele se desligar por completo – alguns serviços tiveram suas atividades normalizadas algumas horas depois da invasão.

As autoridades sul-coreanas classificam o ataque de hoje (20) como o pior contra o país em dois anos, impactando fortemente as negociações financeiras da Coreia do Sul, que são atreladas a um complexo e veloz sistema de conexão de banda larga. Um ataque cibernético mais poderoso poderia ter causado sérios estragos na infraestrutura financeira do país asiático.

Entre as instituições financeiras mais afetadas pelo ataque cibernético estão os bancos Shinhan Bank, Nonghyup Bank, Munhwa Broadcasting Corp., YTN e Korea Broadcasting System.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.