Imposto de Renda 2018 exige declaração de bitcoins e outras criptomoedas

Por Ramon de Souza | 06 de Março de 2018 às 18h03

A temporada de declaração do Imposto de Renda (IR) 2018 já começou — ela foi aberta no dia 1º de março e será finalizada em 30 de abril. Porém, neste ano, os contribuintes precisam prestar atenção a mais um detalhe na hora de prestar suas contas ao Fisco: a partir de agora, também é necessário declarar posse ou lucros obtidos com a venda de bitcoins ou quaisquer outras moedas virtuais, incluindo ethereum, litecoins ou monero.

Ao portal G1, o supervisor nacional do IR, Joaquim Adir, afirmou que só estão obrigados a declarar rendimentos com moedas virtuais os indivíduos que possuíam mais de R$ 5 mil nesse formato até 31 de dezembro de 2017, ou quem lucrou mais de R$ 35 mil com a comercialização dessas criptomoedas ao longo do ano passado. Elas devem ser declaradas na aba “Bens e Direitos”, a mesma usada para automóveis e imóveis.

É interessante perceber que, por mais que a Receita Federal esteja tentando recolher impostos de moedas virtuais (preocupada com a forte valorização do bitcoin em 2017), o grande trunfo das criptomoedas é justamente o anonimato. É extremamente difícil, senão impossível, associar qualquer quantia ao seu respectivo dono. Logo, não sabemos como o órgão pretende confirmar se a posse declarada condiz com a realidade ou não.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Fonte: G1

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.