CPMI das Fake News ouve suplente do senador Flávio Bolsonaro nesta terça-feira

Por Rui Maciel | 10 de Dezembro de 2019 às 08h45
pixabay

A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que investiga as fake news (CPMI das Fake News) ouve, nesta terça-feira (10), o empresário Paulo Marinho, primeiro-suplente do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) e professores universitários dos ramos do direito e da comunicação.

Marinho vai depor na terça-feira (10), a partir das 14h30, no plenário 2 da ala Nilo Coelho, no Senado. Ele foi um dos principais articuladores eleitorais do presidente Jair Bolsonaro, pai de Flávio, e sua casa no Rio de Janeiro (RJ) funcionou como centro de atividades da campanha.

Marinho foi convocado a pedido da deputada Natália Bonavides (PT-RN). Ela quer esclarecimentos do empresário sobre uma entrevista, concedida no mês de julho, na qual ele afirma que operações de disparos de mensagens de WhatsApp durante a campanha eleitoral funcionaram na sua casa.

Após a posse como suplente, Paulo Marinho se afastou do governo e trocou o PSL pelo PSDB.

Essa notícia será atualizada após as declarações de Marinho serem divulgadas pelos relatores da CPMI das Fake News.

Fonte: Agência Câmara  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.