Beneficiários do Bolsa Família poderão receber auxílio por poupança digital

Por Rui Maciel | 28 de Novembro de 2020 às 19h00
Caixa
Tudo sobre

Caixa Econômica Federal

Saiba tudo sobre Caixa Econômica Federal

Ver mais

A Caixa Econômica Federal (CEF) anunciou nesse sábado (28) que, a partir de dezembro, os beneficiários do programa Bolsa Família receberão o auxílio por meio a Conta Poupança Social Digital. A ação beneficiará mais de nove milhões que tem direito ao pagamento, mas não possuem nenhum conta bancária.

A partir da Conta Poupança Social Digital, será possível não apenas sacar os valores recebidos, como também movimentá-los pelo aplicativo CAIXA Tem. A modalidade também permitirá que o beneficiário tenha conta bancária sem obrigatoriedade de saque integral das parcelas. A abertura das contas será feita de forma automática e escalonada pela Caixa sem a necessidade de apresentação de documentos ou comparecimento às agências.

App Caixa TEM, que permitirá a movimentação da poupança digital (Captura de tela: Laisa Trojaike/Canaltech)

Além de movimentar o benefício pelo aplicativo, os beneficiários poderão continuar sacando os recursos por meio do Cartão Bolsa Família ou Cartão Cidadão.

Abertura gradual das contas

A CEF informou também que a abertura das contas Poupança Social Digital para crédito do Bolsa Família será feita de forma gradual e escalonada. Os primeiros a receber os recursos com os serviços nesta modalidade serão os beneficiários de NIS com final 9 e 0, seguindo a data de crédito regular do programa.

A primeira etapa ocorrerá em dezembro, com cerca de 1,5 milhão de pessoas recebendo os valores pelo CAIXA Tem. Mês a mês, de acordo com o último digito no NIS, os beneficiários passarão a receber o benefício do Bolsa Família com os serviços da Conta Poupança Social Digital, conforme o seguinte calendário:

- Beneficiários com NIS final 6, 7 e 8 receberão a partir de janeiro de 2021 (2,25 milhões de pessoas)

- Beneficiários com NIS final 3, 4 e 5 receberão a partir de fevereiro de 2021 (2,25 milhões de pessoas)

- Beneficiários com NIS final 1, 2 e Grupos Populacionais Tradicionais Específicos (indígenas, quilombolas, ribeirinhos, extrativistas, pescadores artesanais, comunidades tradicionais, agricultores familiares e outros) receberão a partir de março de 2021 (três milhões de pessoas)

Mas o que é a Poupança Social Digital da CEF?

​A Poupança Social Digital CAIXA é uma modalidade de poupança cuja movimentação é feita pelo aplicativo Caixa Tem e que não possui limite de movimentação e saldo. Ela foi criada pela CEF para beneficiários de programas do Governo Federal, como o Auxílio Emergencial, o Benefício Emergencial e o Fundo de Garantia do Trabalhador Social (FGTS).

​A partir da Poupança Social Digital CAIXA, o usuário poderá - através do Caixa Tem - realizar pagamentos e transferências; transações com utilização do Cartão Virtual de Débito e saque sem cartão em terminais de autoatendimento (ATM), Lotéricas e Correspondentes CAIXA Aqui Transacionais.

​​A Poupança Digital Caixa é isenta de tarifa mensal de manutenção e conta com os seguintes serviços básicos gratuitos:
Realização de até 02 (dois) saques por mês, em terminal de autoatendimento e unidades lotéricas (em breve, pelo Saque Digital sem cartão);

  • Realização de 03 (três) transferências por mês, para conta de depósitos para outros bancos;
  • Realização ilimitada de transferências para contas da Caixa;
  • Fornecimento de até 02 (dois) extratos, por mês, contendo a movimentação dos últimos trinta dias;
  • Realização de consultas por meio digital, site ou aplicativos disponibilizados pela Caixa.
  • As movimentações que ultrapassem os serviços básicos são cobradas conforme Tabela de Tarifas vigente.


Além disso, a regra da poupança determina que a remuneração dos depósitos de poupança é composta de duas parcelas:

  • a remuneração básica, dada pela Taxa Referencial - TR;
  • a remuneração adicional, correspondente a: 0,5% ao mês, enquanto a meta da taxa Selic ao ano for superior a 8,5%;
  • ou 70% da meta da taxa Selic ao ano, mensalizada, vigente na data de início do período de rendimento, enquanto a meta da taxa Selic ao ano for igual ou inferior a 8,5%.

Fonte: Agência Brasil  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.