Hotelli simplifica marcação de viagens para empresas

Publieditorial | 21 de Fevereiro de 2018 às 13h16

Quem é que não gosta de viajar? Conhecer novos lugares, experimentar pratos típicos e ter contato direto com outras culturas, mesmo que apenas por motivos de trabalho, está no topo da lista de preferências pessoais de muita gente. O processo até tudo isso efetivamente acontecer, entretanto, pode não ser dos mais simples.

O trâmite envolvido é gigantesco, entre a procura por documentos e a pesquisa pelas melhores ofertas em passagens e hotéis. Sites de mapas e localização são usados a todo momento para encontrar o melhor equilíbrio entre proximidade do destino e preço, e uma vez que o denominador comum é encontrado, muitas vezes todo o trabalho precisa ser reiniciado pelo simples fato de que aquela data dos sonhos para voar, simplesmente, desapareceu.

Fundada pelo brasileiro Paulo Cesar Garcia Júnior no estado do Rio de Janeiro e tendo Denis Afonso Pereira como CEO, a Hotelli veio para dar um jeito nesse problema e atender, principalmente, o mercado corporativo. Em pouco mais de dois anos, a startup ganhou o mundo. Empresas como Track & Field passaram a usar o sistema para redução de custos, enquanto o UFC utiliza a plataforma para toda a gestão de viagens internacionais e hotelaria de seus eventos. Esse foco, também, levou a companhia de venture capital Monashees a se tornar sua principal investidora.

Tudo com base em uma proposta que parece simples para quem está diante do computador, mas que envolve grande esforço de tecnologia por trás. A ideia da Hotelli é apresentar, em cerca de dois minutos, uma viagem completa para ser adquirida, com direito a passagem aérea, hospedagem e até mesmo valores de táxi. Bastam mais alguns cliques para que a compra seja realizada, com relatórios estando disponíveis para o setor financeiro das companhias e todo o itinerário surgindo à disposição do viajante de negócios.

Sistema da Hotelli facilita marcação de viagens programadas ou de última hora (Imagem: Divulgação)

A conexão com comparadores de preço e sistemas de buscas de ofertas em viagens e hotelaria ajuda a Hotelli a funcionar tanto para viagens nacionais quanto internacionais. Basta selecionar as datas desejadas e horários, além do endereço exato de origem e destino, para que todo o caminho seja exibido na tela, com preços individuais e somatórias, além de indicações para quem não conhece os locais que precisa ir. É o que a companhia chama de “viagem porta a porta”, levando o usuário de sua casa ou escritório até o local desejado, trazendo-o de volta na sequência.

Se desejar, critérios específicos podem ser adicionados às pesquisas. É melhor ficar ao lado do evento que será visitado, mesmo que isso signifique pagar mais caro, ou a preferência é pela economia? Como será a jornada do funcionário? Se ele vai emendar a viagem ao trabalho, não é melhor colocá-lo em um voo mais confortável? O usuário seleciona e o sistema faz todo o trabalho duro sozinho.

Dois minutos é tempo de sobra

Para testar o sistema, o Canaltech analisou os resultados de uma viagem realizada a partir de nossos escritórios em São Bernardo do Campo. Ela levaria um de nossos repórteres para cobrir a movimentação em Brasília com o início da votação da reforma da previdência, caso ela realmente tivesse ocorrido no dia 19 de fevereiro. Informações preenchidas, tínhamos um itinerário de viagem em mãos alguns segundos depois.

O horário de chegada, entretanto, não era aceitável, pois nosso redator chegaria à cidade apenas no fim da tarde, quando a votação já deve estar acontecendo. Dois cliques permitiram o aceso à lista de voos para o dia nas mais diferentes companhias aéreas, com a indicação de que um voo, pela manhã, seria mais caro. Ossos do ofício, infelizmente.

Sistema da Hotelli apresenta itinerário completo em minutos, com direito a rotas e valores de transporte (Reprodução: Hotelli)

Rapidamente, então, tínhamos um total, com direito ao valor cobrado por um carro da Uber no trajeto do escritório até o aeroporto e da chegada em Brasília à Praça dos Três Poderes. Também estava coberto o caminho até o hotel e o retorno de lá até o aeroporto, para a volta, no dia seguinte. Tudo custaria R$ 2.359 e pode ser pago diretamente pelo sistema da Hotelli.

A promessa da empresa foi cumprida e tudo estava, realmente, pronto de forma bastante rápida. Mesmo a troca de voos ou hospedagem foi veloz, com filtros nos auxiliando a escolher os horários mais adequados para chegada do repórter, de forma que ele não perdesse a ação no Senado, caso ela tivesse existido, e também seu retorno o mais tarde possível no dia seguinte, caso a votação se estendesse ao longo da madrugada, possibilitando a cobertura das reações no dia seguinte à discussão.

Simulação de viagem para a E3 2018 traz melhores voos e opções de hospedagem (Imagem: Reprodução/Hotelli)

Em um segundo experimento, ainda mais ousado, resolvemos levar um de nossos repórteres para a E3. A feira em Los Angeles é a maior quando se fala em games e entretenimento eletrônico, e é o local para se estar quando o assunto são os jogos que vão fazer a cabeça dos leitores ao longo do ano. A pesquisa, aqui, demorou um pouco mais, devido ao caráter mais complexo da viagem. Mais uma vez, entretanto, não levou nem dois minutos e já tínhamos um itinerário completo em mãos.

Desta vez, entretanto, decidimos alterar o hotel e selecionar um mais próximo, já que a tarifa mais barata encontrada pela Hotelli nos colocava a mais de oito quilômetros do Los Angeles Convention Center, onde acontecerá a E3 2018. Mais alguns cliques - e um sistema útil que permite catalogar hospedagens não apenas por preço ou luxo, mas também distância do destino - permitiu não apenas uma escolha melhor, mas também que nosso repórter aproveite a cidade, ficando no centro de tudo nos dias em que não estará fazendo a cobertura.

Hotelli também unifica informações de pagamentos e autorizações para gestores (Reprodução: Hotelli)

Para quem está na outra ponta, gerenciando tudo isso, o sistema é igualmente simples. Um painel de controle permite cadastrar funcionários, para que eles possam utilizar o serviço, e também cartões de crédito a serem usados no pagamento. Todo o histórico de viagens fica plenamente acessível, assim como os pedidos pendentes aparecem com destaque. A aprovação, também, acontece com poucos cliques.

Expansão internacional

Para o futuro, a Hotelli planeja ampliar ainda mais sua área de atuação. Entre as principais diretrizes da companhia para breve está a intensificação das parcerias com players do mercado de viagens, de forma a oferecer as melhores tarifas em voos e hotéis para seus usuários, da mesma forma que acontece com outros serviços do tipo.

A grande diferença, para a companhia, está no foco direto no mercado corporativo, enquanto a concorrência oferece opções mais generalizadas, atendendo a todo o público. Isso sem falar, claro, nas tais viagens “porta a porta”, que consideram não apenas voos e hospedagem, mas também o deslocamento entre tudo isso.

É justamente para facilitar ainda mais esse trâmite que a Hotelli também está desenvolvendo um aplicativo para acompanhar o viajante. Trata-se de mais uma via de acesso aos vouchers e confirmações de voo e hospedagem, além de servir como uma central de informações que auxiliam o funcionário durante sua viagem.

Acima de tudo isso, o grande plano da Hotelli é garantir mais e mais integrações com sistemas de busca internacionais, de forma a garantir sempre os menores preços, não importando a origem ou destino da viagem. Com isso, não apenas os brasileiros, mas também americanos e canadenses passarão a contar com os serviços da companhia.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.